08 Março

quinta-feira, setembro 30, 2010

Seminários Reiki

Inscrições abertas para Seminários Reiki – Sistema Usui/Tibetano

Certificado habilitado pela ABTH (Associação Brasileira de Terapeutas Holísticos)
Nível 1 – 10 de outubro (dom) – 14h às
19:30h - Inscr. até 06/10
Nível 2 – 16 de outubro (sáb) – 14h às 19:30h - Inscr. até 13/10
Nível 3A – 24 de outubro (dom) – 14h às 19:30h - Inscr. até 20/10

Ministrante:
Lú Albuquerque – consultora e terapeuta holística
Local: Farol Espaço Terapêutico – R. Mal Deodoro, 1192
(quase esq. Antônio dos Anjos)
Informações/Inscrições:

www.3milenio.inf.br/agendese/_reiki.htm
fones: 3228-7305 e 9136-2148
email: albuquerque.lu@gmail.com

segunda-feira, setembro 27, 2010

Japonês telefona pro chefe :



- Sefi, Japa no vai trabaiá hoji, muito doenti. Dói cabeça, dói baliga, dói perna. Eu no vai.
Diz o patrão:
- Mas, Japa, eu preciso muito de você aqui, hoje! Olhe, quando me sinto assim, eu procuro a minha mulher e peço pra ela fazer sexo comigo. Isto me faz sentir melhor e então eu posso trabalhar. Tente isso, você vai ver como funciona.
Algumas horas mais tarde, o japonês telefona e diz:
- Sefi, fazi o que sefi mandô. Me sinto booom! Zá vou trabaiá. Bonita a sua casa, sefi.

sábado, setembro 25, 2010

Piada


*Se não for gaúcho, nem precisa começar a ler...  Agora, se for, se abanque,
que é causo bom !

*BRIGA NO ALEGRETE*


    O Delegado fala ao depoente:
   - O senhor foi intimado para depor sobre a violenta briga acontecida
ontem no seu armazém lá no interior do Alegrete. Cinco mortos, oito feridos,
uma barbaridade...
   - No meu bolicho, seu delegado. Quem sou eu para ter armazém? Armazém é
do turco Salim, que foi mascate. Por sinal que...
   - Não desvie do assunto. Como e porque começou a briga?
   - Bueno, pos então, historiemo a coisa. Domingo, como o senhor sabe, o
meu bolicho fica de gente que nem corvo em carniça de vaca atolada. O doutor
entende: Peonada no más, loucos por um trago, por uma charla sobre china. A
minha canha é da pura, não batizo com água de poço como o turco Salim. Que
por sinal...
   - Continue, continue, deixe o turco em paz.
   - Pos então bamo reto que nem goela de joão-grande. Tavam uns trinta
home tomando umas que outras, uns mascando salame pra enganar o bucho,
quando chegou o Taio Feio. O senhor sabe, o índio é mais metido que dedo em
nariz de piá, deu um planchaço de adaga no balcão e perguntou se havia home
no bolicho. Todo mundo coçou as bolas. Home tem bola, o senhor sabe.
   - O Lautério - que não é flor de cheirar com pouca venta - disse que era
com ele mesmo, deu de mão numa tranca e rachou a cabeça do Taio Feio. Um
contraparente do Taio Feio não gostou do brinquedo e sentou a argola do
mango no Lautério. Pegou no olho - lá nele - e o Lautério saiu ganiçando
como cusco que levou água fervendo pelo lombo.
   - Um amigo do Lautério se botou no contraparente do Taio - que já tava
batendo a perninha - e enfiou palmo e meio de ferro branco no sovaco do
cujo, que lhe chamam Pé de Sarna. Um irmão do Sarna, chateado com aquilo,
pegou um peso de cinco quilos da balança e achatou a cabeça do homem  que
faqueou o Sarna. Os óio saltaram, seu doutor.
   - E eu só olhando, achando tudo aquilo um tempo perdido. Um primo do
homem do ferro branco rebuscou um machado no galpão e golpeou o irmão do
Sarna. Errou a cabeça, só conseguiu atorar o braço do vivente.
   - Aí eu fui ficando nervoso, puxei meu berro pro mole da barriga, pronto
pra um quero. Meu bolicho é casa de respeito, seu delegado, e a brincadeira
já tava ficando pesada.
   - Mas bueno, foi entonces que o Miguelão se alevantou do banco, palmeou
uma carneadeira, chegou por trás do homem do machado, pé que te pé, grudou
ele pelas melena e degolou o vivente num talho, a coisa mais linda. O sangue
jorrou longe como mijada de cuiúdo.
   - Aí eu e mais uns outros - tudo home de respeito - se arrevoltemo com
aquilo. Brinquedo tem hora, o senhor não acha?
   - Acho, sim. Mas e ai?
   - Pois, como lhe disse, nós se arrevoltemo. Saquemo os talher. E foi aí
que começou a briga...
                       (Autor desconhecido)

Almoço de Domingo

Ingredientes
  • 24 garrafas de cerveja da boa;
  • 01 frango de aproximadamente 2 quilos;
  • Sal, pimenta e cheiro verde a gosto;
  • 350 ml de azeite de oliva extra virgem;
  • Nozes e amendoim. 
Modo de preparar:
Pegue o frango
Beba uma garrafa de cerveja.
Envolver o frango e temperá-lo com sal, pimenta e cheiro verde a gosto.
Massageá-lo com azeite.
Pré-aquecer o forno por aproximadamente 10 minutos.
Sirva-se de uma garrafa bem gelada enquanto aguarda.
Use as nozes e o amendoim como 'tira gosto'.
Colocar o frango em uma assadeira grande.
Sirva-se de mais duas geladinhas enquanto prepara.
Envolver o frango em celofane ou papel aluminio.
Axustar o terbostato na marca 3, e debois de uns vinch binutos, botar para assassinar.. - digu: assar a ave.
Virar mais uma cerveja (não no frango, no gogó...). Debois de beia hora, berificar a tempraturatura e gontrolar a assadura do frango.
Tentar zentar na gadeira, servir-se de uoooooooootra gafarra de cerbeja.
Cozer(?), costurar(?), cozinhar, sei lá, voda-se o vrango.
Deixáááá o filho da buta do pato no vorno por umas 4 horas.
Tentar retirar o peru do vorno. Num vai guemar a mão, garaio!
Mandar mais uma boa dose de cerva pra dentro... de você, é claro.
Tentar novamente tirar o sacana do chest do vorno, porque na primeira teenndadiiiva dããão deeeeuuuuuu.
Begar o vrango que gaiu no j ão e enjugar o filho da buta com o bano de jão e cologá-lo numa pandeja ou qualquer outra borra, bois avinal você nem gosssssssssta muito dessa merda mesmo.
- Tá Bronto*

sábado, setembro 11, 2010

Para pensar:

EXECUTIVA BEM SUCEDIDA




Foi tudo muito rápido.
A executiva bem-sucedida sentiu uma pontada no peito, vacilou, cambaleou.
Deu um gemido e apagou. Quando voltou a abrir os olhos, viu-se diante de um imenso Portal.
Ainda meio zonza, atravessou-o e viu uma miríade de pessoas.
Todas vestindo cândidos camisolões e caminhando despreocupadas.
Sem entender bem o que estava acontecendo, a executiva bem-sucedida abordou um dos passantes:
- Enfermeiro, eu preciso voltar urgente para o meu escritório, porque tenho um meeting importantíssimo.
Aliás, acho que fui trazida para cá por engano, porque meu convênio médico é classe A,
e isto aqui está me parecendo mais um pronto-socorro. Onde é que nós estamos?
- No céu.
- No céu?...
- É.
- Tipo assim... o céu, CÉU...! Aquele com querubins voando e coisas do gênero?
- Certamente. Aqui todos vivemos em estado de gozo permanente.
Apesar das óbvias evidências nenhuma poluição, todo mundo sorrindo, ninguém usando telefone celular,
a executiva bem-sucedida custou um pouco a admitir que havia mesmo apitado na curva.
Tentou então o plano B: convencer o interlocutor, por meio das infalíveis técnicas avançadas de negociação,
de que aquela situação era inaceitável. Porque, ponderou, dali a uma semana ela iria receber o bônus anual,
além de estar fortemente cotada para assumir a posição de presidente do conselho de administração da empresa.
E foi aí que o interlocutor sugeriu:
- Talvez seja melhor você conversar com Pedro, o síndico.
- É? E como é que eu marco uma audiência? Ele tem secretária?
- Não, não. Basta estalar os dedos e ele aparece.
- Assim? (...)
- Pois não?
A executiva bem-sucedida quase desaba da nuvem.
À sua frente, imponente, segurando uma chave que mais parecia um martelo, estava o próprio Pedro.
Mas, a executiva havia feito um curso intensivo de approach para situações inesperadas e reagiu rapidinho:
- Bom dia. Muito prazer. Belas sandálias. Eu sou uma executiva bem-sucedida e...
- Executiva... Que palavra estranha. De que século você veio?
- Do 21. O distinto vai me dizer que não conhece o termo 'executiva'?
- Já ouvi falar... Mas não é do meu tempo.
Foi então que a executiva bem-sucedida teve um insight.
A máxima autoridade ali no paraíso aparentava ser um zero à esquerda em modernas técnicas de gestão empresarial.
Logo, com seu brilhante currículo tecnocrático, a executiva poderia rapidamente assumir
uma posição hierárquica, por assim dizer, celestial ali na organização.
- Sabe, meu caro Pedro. Se você me permite, eu gostaria de lhe fazer uma proposta.
Basta olhar para esse povo todo aí, só batendo papo e andando a toa, para perceber que aqui no Paraíso
há enormes oportunidades para dar um upgrade na produtividade sistêmica.
- É mesmo?
- Pode acreditar, porque tenho PHD em reengenharia.
Por exemplo, não vejo ninguém usando crachá. Como é que a gente sabe quem é quem aqui, e quem faz o quê?
- Ah, não sabemos.
- Entendeu o meu ponto? Sem controle, há dispersão. E dispersão gera desmotivação.
Com o tempo isto aqui vai acabar virando uma anarquia.
Mas nós dois podemos consertar tudo isso rapidinho implementando um simples programa de targets individuais e avaliação de performance.
- Que interessante...
- É claro que, antes de tudo, precisaríamos de uma hierarquização e um organograma funcional,
nada que dinâmicas de grupo e avaliações de perfis psicológicos não consigam resolver.
- !!!...???...!!!...???...!!!
- Aí, contrataríamos uma consultoria especializada para nos ajudar a definir as estratégias operacionais
e estabeleceríamos algumas metas factíveis de leverage, maximizando, dessa forma,
o retorno do investimento do Grande Acionista... Ele existe, certo?
- Sobre todas as coisas.
- Ótimo. O passo seguinte seria partir para um downsizing progressivo, encontrar sinergias high-tech,
redigir manuais de procedimento, definir o marketing mix e investir no desenvolvimento de produtos alternativos de alto valor agregado.
O mercado telestérico, por exemplo, me parece extremamente atrativo.
- Incrível!
- É óbvio que, para conseguir tudo isso, nós dois teremos que nomear um board de altíssimo nível.
Com um pacote de remuneração atraente, é claro.
Coisa assim de salário de seis dígitos e todos os fringe benefits e mordomias de praxe.
Porque, agora falando de colega para colega, tenho certeza de que você vai concordar comigo, Pedro.
O desafio que temos pela frente vai resultar em um Turnaround radical.
- Impressionante!
- Isso significa que podemos partir para a implementação?
- Não. Significa que você terá um futuro brilhante... se for trabalhar com o nosso concorrente.
Porque você acaba de descrever, exatamente, como funciona o Inferno...
(Autor: Max Geringer – Revista Exame)

domingo, setembro 05, 2010

Ontem na Casa da Criança Dona Conceição, em encontro de amigos e famíliares, comemoramos o aniversário do músico Giovani Goulart,  ora residente em Portugal. Música da melhor qualidade, onde os presentes homenagearam "com seus dotes artísticos" o aniversariante, demonstrando carinho  e apreço.



Pelotas 05/09/2010 video
Rejane Botelho

quinta-feira, setembro 02, 2010

Sleepbox/Paris

Depois dos banheiros químicos, os franceses aparecem com esta...
Chegou a Sleepbox no Aeroporto Charles de Gaulle em Paris

Trata-se de uma caixa de 2m x1,40m x2,30m para ter momentos de sono tranquilo e descanso numa cidade, sem perda de tempo à procura de hotel. Idealizada para estações de trem, aeroportos, locais públicos, e outros locais onde haja aglomerações de gente exausta.

Qualquer pessoa pode passar a noite em segurança e de forma barata, em emergência, num espaço que tem cama e está equipado com sistema de mudança automática de lençóis, ventilação, alerta sonoro, televisão LCD incorporada, WiFi, plataforma para um computador portátil e fones recarregáveis. Há um espaço para as malas. O pagamento é feito em terminais, que dão ao cliente a chave (eletrônica) desde 15 minutos até várias horas. 






Sobre o Aeroporto
Aeroporto Paris - Charles De Gaulle é considerado um dos maiores aeroportos em França. O aeroporto está localizado 25 km de Paris. Paris - Charles De Gaulle é um importante destino para visitas à cidade. Também pode encontrar o aeroporto Paris - Charles De Gaulle com o código CDG. Infelizmente, algumas companhias aéreas referenciam Paris - Charles De Gaulle com o código PAR, o que pode ser confuso. Existem três terminais de passageiros no aeroporto Paris - Charles De Gaulle, confirme que sabe onde fazer o check-in.

O aeroporto Paris - Charles De Gaulle é usado pelas companhias aéreas de baixo custo para voos domésticos, internacionais e intercontinentais. A companhia aérea de baixo custo mais importante é Vueling, que tem lá o seu centro operacional. Outras companhias aéreas que voam para CDG são Aer Lingus, Air Arabia, Air Berlin, Air Transat, Blue1, bmibaby, Brussels Airlines outros. No total, existem 16 companhias aéreas de baixo custo a voar para CDG.

SERVE PARA QUALQUER MOSQUITO, ATÉ O COMUM "PERNILONGO" OU MESMO O DA DENGUE.

Como matar mosquitos ecologicamente correto.

Para ajudar com a luta contínua contra os mosquitos da dengue e a dengue hemorrágica, uma idéia é trazê-los para uma armadilha que pode matar muitos deles.

O que nós precisamos é, basicamente:
200 ml de água,
50 gramas de açúcar mascavo,
1 grama de levedura (fermento biológico de pão, encontra em qualquer supermercado ) e uma garrafa plástica de 2 litros

A seguir estão os passos a desenvolver:

1. Corte uma garrafa de plástico no meio. Guardar a parte do gargalo:
2. Misture o açúcar mascavo com água quente. Deixar esfriar. Depois de frio despejar na metade de baixo da garrafa.

3. Acrescentar a Levedura . Não há necessidade de misturar. Ela criará dióxido de carbono.

4. Colocar a parte do funil, virada para baixo, dentro da outra metade da garrafa.

5. Enrolar a garrafa com algo preto, menos a parte de cima, e colocar em algum canto de sua casa.

Em duas semanas você vai ver a quantidade de mosquitos que morreu lá dentro da garrafa.

Além da limpeza de suas casas, locais de reprodução do mosquito, podemos utilizar esse método muito útil em escolas, creches, hospitais e residências.

Não se esqueça da dengue.

DIVULGUEM!!!

quarta-feira, setembro 01, 2010

Show em Pelotas de Giovani Goulart e Convidados


Giovani Goulart

Brasileiro, com dezenas de trabalhos editados como músico, produtor musical e arranjador, trazem na sua trajetória passagens internacionais e festivais de renome mundial. Descendente de uma geração de músicos desenvolveu desde cedo o gosto e a identificação com o piano, percussão e a bateria.

Foi para a Alemanha desenvolver workshops de percussão e bateria e, após residir quatro anos em Frankfurt, surge o convite para fazer orquestrações e arranjos em Portugal em 1993, iniciando assim, um ciclo de shows e gravações que lhe traz definitivamente para a cidade de Braga. Já em Braga é chamado para fazer a gravação e direção musical do trabalho editado em CD da Universidade do Minho, este trabalho foi composto por cinqüenta e três grupos da UM. Em 2005 lança seu trabalho gravado ao vivo com vários músicos convidados.

Sou um músico brasileiro, com muitos anos de trabalho musical, com muitas experiências musicais proveitosas, com muita vontade de conhecer, de aprender e de conviver intensamente com ambientes musicais distintos e bem elaborados. Resido em Portugal e faço parte de cinco projetos diferentes, citando: Tuniko Goulart Sexteto, Edu Miranda Trio, Filipa Pais Quarteto, João Frade Trio eu meu próprio projeto de Bossa-Nova e Jazz que gerou o meu CD Manhã de Carnaval. O referido CD encontra-se exposto no meu site http://www.giovanigoulart.net/



Show do maestro Giovani Goulart em Pelotas.



JOÃO GILBERTO BAR E CHAMPANHARIA APRESENTA
SEXTA-FEIRA 10 DE SETEMBRO ÀS 21H30MIN
DIRETO DE PORTUGAL MAESTRO
“GIOVANI GOULART E CONVIDADOS”. UM TRIBUTO A BOSSA NOVA. NO SETLIST DO MULTI-INSTRUMENTISTA UMA VIAGEM AO TUNEL DO TEMPO COM OS TEMAS QUE MARCARAM ÉPOCA NA BOSSA NOVA COMO: QUEM TE VIU QUEM TE VE, AINDA SOU MAIS EU (QUÁQUARAQUÁQUÁ QUEM VIU), INCOMPATIBILIDADE DE GENIOS, MUNDO PRA SEUS PÉS, È COM ESSE QUE EU VOU, ESTAMOS AÍ, CORCOVADO, CHEGA DE SAUDADE, BRASILEIRINHO, AUTUMN LEAVES, ALL OF ME, WAVE, SAMBA DO GRANDE AMOR, ESTAMOS AÍ, AZUL, TATUAGEM, CAROLINA, WONDERFOOL WORDS, SAMBA DE VERÃO e SAMBA DO AVIÃO.

FORMAÇÃO DO CAST DE MÚSICOS CONVIDADOS:

MAESTRO GIOVANI GOULART/PIANO/TECLADOS E VOZ;
PAULO ROBERTO LIMA/BAIXO ACÚSTICO E ELÉTRICO (MUSICO DA ORQUESTRA MUSICA PELA MÚSICA);
GILNEI AMORIM/BATERIA (FEZ PARTE DO CENÁRIO MUSICAL PELOTENSE COMO INTEGRANTE DOS CONJUNTOS BENTO MOTTA SHOW E SANTOS);
JUSSANETE VARGAS/VOZ (MUSICISTA FORMADA PELA UFPEL COM PASSAGENS POR DIVERSAS BANDAS DE BAILE NO RS E SANTA CATARINA);
BETO LIMA/SAX (MÚSICO DO EXERCITO REFORMADO, INTEGROU VARIOS GRUPOS DE BAILE DO RS);
PAULO VELASCO/GUITARRA/VOCAL (FOI VOCALISTA E INSTRUMENTISTA DOS CONJUNTOS DE BAILE OS VELASCOS, ÁGUA DA FONTE E HOJE CONTINUA NO CENÁRIO MUSICAL COMO EMPRESÁRIO ARTÍSTICO E PRODUTOR CULTURAL DOS MAIS RENOMADOS). ASSINA A PRODUÇÃO DO ESPETÁCULO.

INGRESSOS ANTECIPADOS E LIMITADOS A R$ 10,00 FEMININO E R$ 15,00 MASCULINO NO BAR E CHAMPANHARIA JOÃO GILBERTO, RUA GONÇALVES CHAVES, 430 TEL(S) (53)3026-2140/8403-0313 E COM A PRODUÇÃO (53)9165-1214/8406-3070.

Paulo R P Velasco
Ema Produções e Eventos
(53) 3278-4384/8409-3070/9165-1214

Os 20 Clubes de Futebol mais antigos do Brasil

Ranking Fundação Nome do clube Cidade UF Observação

1- 19/07/1900 Sport Club Rio Grande Rio Grande RS
2- 11/08/1900 Associação Atlética Ponte Preta Campinas SP
3- 07/04/1901 Clube Náutico Capibaribe Recife PE
4- 22/05/1901* Esporte Clube Vitória Salvador BA Fundação do clube: 13/05/1899
5- 21/07/1902 Fluminense Football Club Rio de Janeiro RJ
6- 15/09/1903 Grêmio Foot-Ball Porto-Alegrense Porto Alegre RS
7- 12/08/1904* Botafogo de Futebol e Regatas Rio de Janeiro RJ Fundação do clube: 1/07/1894
8- 18/09/1904 América Football Club Rio de Janeiro RJ
9- 05/02/1905 Clube do Remo Belém PA
10- 13/05/1905 Sport Club do Recife Recife PE
11- 07/09/1906 Esporte Clube Ypiranga Salvador BA
12- 19/04/1907 Guarany Futebol Clube Bagé RS
13- 25/03/1908 Clube Atlético Mineiro Belo Horizonte MG
14- 04/06/1908 Sport Club São Paulo Rio Grande RS
15- 11/10/1908 Esporte Clube Pelotas Pelotas RS
16- 04/04/1909 Sport Club Internacional Porto Alegre RS
17- 09/05/1909 Rio Claro Futebol Clube Rio Claro SP
18- 17/05/1909 Paulista Futebol Clube Jundiaí SP
19- 11/06/1909 Football Club Rio-Grandense Rio Grande RS
20- 12/10/1909 Coritiba Foot Ball Club Curitiba PR

26- 07/09/1911 Grêmio Esportivo Brasil Pelotas RS

 
 
HISTÓRIA DO FUTEBOL

O INÍCIO NO BRASIL

CHARLES W. MILLER - Pode-se considerar que Charles Miller tenha sido "o pai" do futebol brasileiro. No ano de 1894, retornando de seus estudos na Inglaterra, trouxe na bagagem, a primeira bola de futebol a rolar nos campos brasileiros.

Charles Miller, na opinião de alguns, como João Saldanha, em seu livro "O Futebol" - Bloch Editores, Rio de Janeiro, 1971, pg. 46 -, teria sido maior do que o Rei Pelé. Não foi apenas um jogador de extrema habilidade, resultado de suas esperiências obtidas no selecionado de Hampshire, quando defendia as cores do Southamptom Football Club, mais do que isso, ele tinha o perfeito domínio das regras do futebol da época e apitava os jogos realizados, inicialmente, no São Paulo Athletic Club, clube que reunia altos funcionários ingleses da Companhia de Gás, do Banco de Londres e da São Paulo Railway.

Internet por energia elétrica

TENDE MISERICÓRDIA DE NÓS

61,% Assista, Salários

Grande Hotel

Grande Hotel
OPINE

http://movimentogotadagua.com.br/