08 Março

quinta-feira, novembro 22, 2012

Limão

Recebi de uma amiga e compartilho:

"As pessoas só notam que você mudou quando você para de fazer o que elas querem"
Muitos profissionais em restaurantes, além de nutricionistas estão usando ou consumindo o limão inteiro, em que nada é desperdiçado.
Como você pode usar o limão inteiro sem desperdício?
Simples... Lave bem e coloque o limão na seção do freezer de sua geladeira.
Uma vez que o limão esteja congelado, use seu ralador e o limão inteiro (sem necessidade de descascá-lo) e polvilhe-o em cima de seus alimentos.

Polvilhe-o em suas bebidas, vinho, saladas, sorvete, sopa, macarrão, molho de macarrão, arroz, sushi... Todos os alimentos inesperadamente terão um gosto maravilhoso, algo que você talvez nunca tenha provado antes.
Provavelmente, você achava que só o suco de limão teria vitamina C.
Bem, saiba que as cascas do limão contêm vitaminas 5 a 10 vezes mais do que o suco de limão propriamente dito. E, sim, isso é o que você vem desperdiçando. Mas de agora em diante, por seguir esse procedimento simples de congelar o limão inteiro e salpicá-lo em cima de seus pratos, você pode consumir todos os nutrientes e obter ainda mais saúde.
As cascas do limão são rejuvenescedoras da saúde na erradicação de elementos tóxicos do corpo. ótimo!!!
Os benefícios surpreendentes do limão!
Limão (Citrus) é um produto milagroso para matar células cancerosas. É 10.000 vezes mais forte do que a quimioterapia. Por que não sabemos nada sobre isso? Porque existem laboratórios interessados em fazer uma versão sintética que lhes trará enormes lucros.
Seu sabor é agradável e não produz os efeitos horríveis da quimioterapia. Quantas pessoas morrem enquanto esse segredo é mantido, para não pôr em perigo as grandes corporações multimilionárias? Como sabem, a árvore do limão é conhecida por suas variedades de limões e limas. Você pode comer as frutas de diferentes maneiras: a polpa, suco, preparando bebidas, sorvetes, bolos, etc... A ele é creditado muitas virtudes, mas o mais interessante é o efeito que produz sobre cistos e tumores. Essa planta é uma solução comprovada contra cancros de todos os tipos. Alguns dizem que é muito útil para todas as variantes do cancro. Ele é considerado também como um espectro antimicrobiano contra infecções por bactérias e fungos, eficaz contra parasitas internas e vermes, que regula a pressão de sangue, quando muito alto, e um antidepressivo, combatendo o estresse
e distúrbios nervosos.
A fonte desta informação é fascinante: ela vem de uma das maiores fabricantes de drogas no mundo, diz que, após mais de 20 testes desde 1970, os extratos revelaram que: destrói as células malignas em 12 tipos de cancro, incluindo cólon, mama, próstata, pulmão e pâncreas... Os compostos dessa árvore mostraram-se 10.000 vezes melhores do que o produto Adriamycin, uma droga normalmente utilizada como quimioterápico no mundo, retardando o crescimento das células cancerosas. E o que é ainda mais surpreendente: este tipo de terapia com extrato de limão apenas destrói células de câncer maligno e não afeta as células saudáveis.
Antes tarde do que nunca! Repasem aos seus amigos e conhecidos........

quinta-feira, outubro 25, 2012

terça-feira, outubro 23, 2012

Dicas´, Como identificar os sinais de uso de metanfetamina: vício em metanfetamina

Achei essa postagem e resolvi divulgar.

Você está preocupado que alguém em sua vida esteja viciado em metanfetamina? O abuso da metanfetamina alcançou proporções epidêmicas nos EUA. Ela não pode mais ser caracterizada como uma droga para pobres, ou para a população rural, tendo agora permeado todos os segmentos da nossa população. A rápida disseminação do abuso de metanfetamina é devido a vários fatores únicos.
Metanfetamina tradicionalmente não exige o contrabando.
Aqui estão alguns sinais de que uma pessoa pode estar viciada em metanfetamina.

Comportamento obsessivo, inquieto. Como um estimulante, a metanfetamina pode fazer os usuários, de repente, começarem a ter um comportamento mais comumente associado com pessoas que sofrem de TOC (como lavagem das mãos e limpeza compulsiva). Às vezes um usuário de metanfetamina vai executar a mesma tarefa repetidamente.
  • Loquacidade. Um usuário de metanfetamina, muitas vezes se envolve em conversas desconexas, constantes.
  • Pupilas dilatadas e olhos rápidos, dardejando.
  • Transpiração freqüente. A metanfetamina provoca um aumento da temperatura corporal. Em casos extremos de vício e overdose de metanfetamina, a temperatura do corpo pode se elevar o suficiente para causar danos cerebrais ou até mesmo a morte.
  • Cárie dentária (vulgarmente designado como "boca de MA"). O abuso de metanfetamina durante um período de tempo provoca o ranger de dentes nervoso, deficiência de saliva e lapsos de extrema higiene. O resultado é a cárie dentária dramática.
  • Lesões de pele e feridas freqüentes que levam muito tempo para cicatrizar. Não só a metanfetamina inibe naturalmente a capacidade do organismo de combater infecções secundárias, mas também pode fazer com que os viciados de metanfetamina cutuquem nervosamente a sua pele até sangrar. Usuários crônicos de metanfetamina, muitas vezes sofrem com a alucinação que eles têm insetos que rastejam sob sua carne.
  • Perda de peso. Tragicamente, o objetivo da perda de peso tem realmente motivado as pessoas a iniciar o uso da metanfetamina. Mas o uso prolongado de metanfetamina pode causar perda de peso severa e não saudável. A droga que muitos tomam a fim de parecer mais atraente, em última análise, leva à degeneração física que é, por vezes, insuportável de se testemunhar.
  • Vigília que dura por dias, ou talvez mais de uma semana. Se o seu vizinho, companheiro ou membro da família não dorme há dias, durante os quais você observa o tipo de comportamento nervoso de alta energia, descrito acima, há uma possibilidade que o abuso de metanfetamina seja a causa. O abuso de metanfetamina muitas vezes se manifesta em ondas de "piscadas", em que um usuário tomará doses repetidas de metanfetamina, que adia o sono por dias de cada vez.
  • Ausência de trabalho ou a rotina diária. O “desmaio” inevitável segue este tipo de piscada. Os usuários, muitas vezes, dormem por longos períodos de tempo, seu corpo sem nenhuma energia.
  • Depressão. Durante a fase de abstinência, os viciados em metanfetamina freqüentemente sofrem de depressão que permanece até a sua próxima dose.
  • Promiscuidade sexual perigosa. Estudos têm mostrado uma ligação direta entre o consumo de metanfetamina e comportamento sexual de risco, resultado de uma droga que simultaneamente reforça a libido quanto enfraquece o julgamento. Apesar da excitação e atividade sexual poder durar horas e horas, muitos usuários de metanfetamina crônica perdem a capacidade de atingir o clímax sexual.
  • Frustração porque eles não conseguem se concentrar ou pensar. Uma das razões para a dificuldade de abandonar a metanfetamina é que a retirada leva o usuário a se sentir menos inteligente, mais lento e incapaz de raciocinar mentalmente. Frustrado com isso, muitos usuários de metanfetamina que querem parar, sentem que eles devem usar metanfetamina para funcionar. Na dura realidade, os efeitos colaterais cognitivos da metanfetamina podem durar alguns meses ou mais de um ano.
  • Perceber cheiros fortes. Há muitos cheiros que as pessoas associam com fumaça de metanfetamina - às vezes doce (como um odorizador de ambientes), outras vezes como comida queimada ou um forno auto-limpante. Outros descrevem o cheiro de produtos químicos em chamas, ou sentir um cheiro de plástico queimado. Enquanto se diz que a metanfetamina impura produz um cheiro de queimado quando fumada, muitos desses cheiros associados são provavelmente devidos não ao cheiro real do fumo de metanfetamina, mas em vez disso, os esforços do fumante paranóico para encobrir qualquer possível odor com cheiros ainda mais forte e reconhecíveis. A metanfetamina em si é inodora, e nem todos os usuários fumam a metanfetamina; ela pode ser dissolvida em água e injetada, ingerida em forma de pílula, cheirada como um pó, tomada como um supositório retal ou absorvida através da uretra. Mas se você sentir cheios estranhos novos, você deve investigar porque estes podem ser sinais de uso de metanfetamina nas proximidades.
Fonte maiores informações:
http://www.comofazertudo.com.br/sa%C3%BAde-e-boa-forma/como-identificar-os-sinais-de-uso-de-metanfetamina-v%C3%ADcio-em-metanfetamina

domingo, outubro 14, 2012

Passeio Gastronômico

Duplicação da BR-392/RS entre Pelotas e Rio Grande tem extensão de 84,7 km. Já está com boa parte transitável, alguns pontos já construídos ainda não foram liberados.

BR392

BR392

BR392/aterro sanitário

BR392

BR392
 

Quem curte dar uma esticadinha aos fins de semana nas cidades vizinhas, conhecemos por indicação de um amigo, Restaurante Confraria do Porto, fica na R Ewbank,1 - centro da cidade Noiva do Mar-RG. Destacamos a variedade do bouffet de frutos do mar, todos os dias com variado cardápio.  Confesso que não sou chegada em pescados, mas pude saboriar variadas preparações todas saborosas, acredito que na nossa região seja o unico bouffet de pescados existente.
 







Agora chega
 
RG
 
Pelotas
 


quarta-feira, outubro 03, 2012

Seu candidato está com a ficha limpa? Veja

Neste site você pode saber se seu candidato está respondendo algum processo ou não.
Coloque o nome do seu candidato no quadro:
Após entra outro quadro coloque novamente o nome de seu candidato se aparecer clique nele, se não der certo faça novamente.

Porto Alegre - Praça da Matriz

Praça da Matriz

Situa-se no "coração" da cidade; também é conhecida como a "praça dos poderes", porque ali se localizam os centros decisórios dos poderes executivo, legislativo e judiciário; em breve, também se localizará ali o poder central do Ministéio Público Estadual, que ocupará prédio histórico em reforma; por fim, ali também se localiza a monumental Catedral católica, construída em granito rosa e contendo uma das maiores cúpulas do mundo.

Na sua passagem por Porto Alegre, em julho de 1820, August Saint Hilaire escreveu a respeito da admirável visão da cidade que se podia vislumbrar dali. De fato, a paisagem da Praça da Matriz constitui um dos lugares mais peculiares e encantadores do mundo.
Os primeiros casais de açorianos que vieram a Porto Alegre, em 1752, se estabeleceram na área que atualmente forma a "ponta do Gasômetro"; dali, a vila foi crescendo pela parte baixa, junto ao rio, pelo traçado que atualmente forma a rua Andradas (mais popularmente chamada como "rua da praia"); todavia, como de costume, as Igrejas eram construídas nas partes mais altas dos povoados, e, por isso, entre 1772 e 1773, foi construída na área da atual catedral uma Igreja Matriz, homenageando Nossa Senhora de Madre de Deus; por esta razão, a área em sua frente passou a ser chamada de Largo ou Praça da Matriz. Naquela época (final do século XIX e início do século XX), passaram a ser realizados ali as festas dos Fogos do Espírito Santo, que atraía toda comunidade para a praça. Entre 1846 e 1848, a praça recebeu melhorias, com calçamentos nos alinhamentos leste e oeste. Em 1858, foi inaugurado na sua parte norte o Theatro São Pedro. Em 1865, passou a chamar-se Praça Dom Pedro II. Entre 1883 e 1885, foi urbanizada, com ajardinamentos, arborização e pavimentação de passeios. Em 1914, foi inaugurado seu monumento em homenagem a Júlio de Castilhos. De 1909 a 1921, foi construído o Palácio Piratin; e, em 1921, foi iniciada a construção da atual Catedral.

Desde a proclamação da República, seu nome oficial é Praça Marechal Deodoro, pouco conhecido pelos portoalegrenses, que preferem a denominação original de "Praça da Matriz".

sábado, setembro 29, 2012

Cola para Votar/2012


Como Votar
Usando o teclado da urna, que é similar ao do telefone, digite o número do candidato de sua preferência.
Na tela, aparecerão a foto, o número, o nome e a sigla do partido do candidato.
Se as informações estiverem corretas, aperte a tecla verde CONFIRMA.
A cada voto confirmado, a urna emitirá um rápido sinal sonoro.
Após o registro do voto para prefeito, a urna emitirá um sinal sonoro mais intenso e prolongado e aparecerá na tela a palavra FIM. (conf. TSE) http://www.tse.jus.br/

sexta-feira, setembro 28, 2012

Seu cão e sua idade

Encontrei esta tabela sobre a idade dos animais e achei muito interessante, divulgo:
 
É verdade que cada ano de vida de um cachorro é igual a 7 anos dos humanos?
Não, a relação entre a idade dos nossos amigos peludos e seus donos não é linear. Por exemplo: uma cachorrinha de um ano de idade já pode ter filhotes, mas uma criança de 7 anos ainda não está pronta para ser mãe.
Existem pequenas variações nas tabelas que definem a correlação de idades entre os cães e humanos, mas, basicamente, você pode considerar que:
 
Cão        -        Homem
2 meses   -  14 meses
6 meses   -   5 anos
8 meses  -   9 anos
12 meses   -   14 anos
18 meses    -   20 anos
2 anos   -   24 anos
3 anos   -   28 anos
4 anos   -   32 anos
5 anos   -   32 anos
6 anos   -   40 anos
7 anos   -   44 anos
8 anos   -   48 anos
9 anos   -   52 anos
10 anos   -   56 anos
11 anos   -   60 anos
12 anos   -   72 anos
13 anos   -   68 anos
14 anos   -  72 anos
15 anos   -   76 anos
16 anos   -   80 anos
17 anos   -   84 anos
18 anos   -   88 anos 

 

quarta-feira, setembro 05, 2012

Rústica SESC



foto: divulgação Diário da Manhã,
Loureno Bittencourt
Carlos Cogoy, jornalista do Diário da Manhã, participou na rústica com diversas medalhas, esse é fera.

terça-feira, setembro 04, 2012

Viajante

Parque da Gare - monumento simboliza que o ferroviário,
no seu trem, voava com o mundo nas mãos.
 
Passei alguns dias na cidade de Passo Fundo, dentre muitas observações chamou a atenção o transito da cidade. Para começo as sinaleiras todas funcionam e possuem um sistema mais moderno e econômico, menor consumo de energia elétrica por serem fabricadas com lâmpadas LED no lugar das incandescentes, possuem cronômetros regressivos que marcam o tempo restante até que o sinal seja trocado. Quando chove, por exemplo, ocorrem infiltrações e as sinaleiras antigas param de funcionar enquanto que essas não.
 
As faixas de segurança e lombadas são em sua maioria bem sinalizadas com pinturas que os motoristas possam ver nitidamente, os famosos marcadores eletrônicos de velocidade nas avenidas principais são de 50km/h com diversos deles em uma só avenida, a fiscalização e controle de transito está em cima e a multa corre aos inflatores. Os motoristas não costumam zigzaguear nas vias existem menos motocicletas, mas nem por isso abusam como aqui em Pelotas, salvo à noite que aproveitam para correr e beber como em todo o país, indicando falta de fiscalização e aplicação de multas. Nos retornos das avenidas principais existem recuos para que os veículos que precisem dobrar não tranquem o transito da via e não é somente marcação no asfalto.
 
Agora vamos ao ponto forte, "estacionamento rotativo", funciona e muito bem assim como em muitas cidades do estado, achei interessante as marcações existentes que não são pequenas evitanto o contato dos veículos, quem não ficar dentro do espaço previsto é multado, o valor é R$ 0,50 p/h e o tempo máximo permitido é de duas horas, mais que isso vc deverá trocar de lugar.
Um item importante é que a comunidade reclama muito do transito, talvez seja este o segredo, reclamar, só assim os administradores trabalhem.

 

segunda-feira, setembro 03, 2012

Rústica

Diversos atletas amadores e profissionais participaram de rústica na manhã deste domingo na Av. Bento Gonçalves com saída na frente do Altar da Pátria e que percorreu trajeto que incluia a Rua Anchieta, acredito que organizada pelo SESC.
As crianças que abriram a primeira etapa tinham um percurso reduzido, algo que impressionou foi a falta de resistência, os pais e professores deveriam insentivá-las mais a praticar exercícios, isso faz falta ao raciocinio e a saúde e os deixariam menos tempo na frente das tvs e computadores.

 
Parabéns ao jovem Adrian Macedo da Silva que acompanhado de seus pais foi um dos medalhistas.

Adrian M. da Silva

Escqueceram da numeração.

Participantes
 
Participante

Participante
 
Participantes

Participantes
 
Participantes

Participantes
 
Participantes

Medalista

Participantes
 
 
 
 

quinta-feira, agosto 30, 2012

Transito

5. NORMAS GERAIS DE CIRCULAÇÃO E CONDUTA
5.1- INTRODUÇÃO
As normas gerais de circulação e conduta visam disciplinar e uniformizar as condutas que condutores e pedestre devem adotar quando estiverem no trânsito, normatizando ações, comportamentos, deveres e proibições.
5.2- ALGUMAS REGRAS DE CIRCULAÇÃO.
  • A circulação far-se-á sempre pelo lado direito da via, admitindo-se as exceções devidamente sinalizadas (daí vem a denominação de faixa própria, que é a faixa mais a direita da via). As exceções, são as situações em que a circulação será pelo lado esquerdo da via, também conhecido como mão inglesa.
  • O condutor deve guardar distancia lateral e frontal entre o seu e os demais veículos, bem como em relação ao bordo da pista, considerando a velocidade, local, da circulação e condições climáticas.
  • Mesmo que indicação luminosa do semáforo lhe seja favorável, nenhum condutor pode entrar em uma interseção se houver possibilidade de ser obrigado a imobilizar o veículo na área de cruzamento, obstruindo ou impedindo a passagem do trânsito transversal.
  • Quando transitando por direções que se cruzem, ao se aproximarem de local não sinalizado, terá preferência de passagem:
  1. ser apenas um fluxo proveniente de rodovia, aquele que estiver circulando nela;
  2. no caso de rotatória o que estiver circulando por ela;
  3. nos demais casos o veículo que vier pela direita.

  • Quando a pista comportar várias faixas no mesmo sentido, ficam as da esquerda destinadas a ultrapassagem e aos veículos de maior velocidade.

  • a ultrapassagem (veja a definição de ultrapassagem) de outro veículo em movimento deverá ser feita pela esquerda, obedecida a sinalização regulamentar e as demais normas estabelecidas neste Código, exceto quando o veículo a ser ultrapassado estiver sinalizando o propósito de entrar à esquerda;
Todo condutor deverá, antes de efetuar uma ultrapassagem, certificar-se de que:
- nenhum condutor que venha atrás haja começado uma manobra para ultrapassá-lo;
- quem o precede na mesma faixa de trânsito não haja indicado o propósito de ultrapassar um terceiro;
- a faixa de trânsito que vai tomar esteja livre numa extensão suficiente para que sua manobra não ponha em perigo ou obstrua o trânsito que venha em sentido contrário;
Todo condutor ao efetuar a ultrapassagem deverá:
- indicar com antecedência a manobra pretendida, acionando a luz indicadora de direção do veículo ou por meio de gesto convencional de braço;
- afastar-se do usuário ou usuários aos quais ultrapassa, de tal forma que deixe livre uma distância lateral de segurança;
- retomar, após a efetivação da manobra, a faixa de trânsito de origem, acionando a luz indicadora de direção do veículo ou fazendo gesto convencional de braço, adotando os cuidados necessários para não pôr em perigo ou obstruir o trânsito dos veículos que ultrapassou;
A ultrapassagem de outro veículo em movimento deverá ser sempre pela esquerda, e o condutor deverá:
  1. Para ultrapassar, certificar-se que dispõe de espaço e visibilidade suficiente, garantindo a segurança.
  2. Após ultrapassar, retornar o veículo a direita da via com segurança.
  3. Antes e após a ultrapassagem, proceder a sinalização regulamentar.
  4. Ao ser ultrapassado, não acelerar o seu veículo.

  • Nas vias de mão única com retorno ou entrada a esquerda, é permitida a ultrapassagem pela direita, se o condutor que estiver na esquerda, indicar e sinalizar que vai entrar para esse lado.
  • Os veículos precedidos por batedores terão prioridade no trânsito, assim como os destinados a socorros de incêndio, ambulância, operação de trânsito e os da polícia, que gozarão também de livre trânsito e estacionamento, quando em serviço de urgência e devidamente identificados por dispositivo de alarma sonoro e luzes vermelhas intermitentes.
  • Nas interseções e suas proximidades, o condutor não poderá efetuar ultrapassagem.
  • Nenhum condutor deverá frear bruscamente seu veículo, salvo por razões de segurança.
  • O trânsito de veículos sobre os passeios, calçadas e nos acostamentos, só poderá ocorrer para que se adentre ou se saia dos imóveis ou áreas especiais de estacionamentos.
  • Os veículos prestadores de serviços de utilidade pública, quando em atendimento no leito da via, gozam de livre parada e estacionamento no local da prestação do serviço, desde que devidamente sinalizado.
  • Antes de colocar o veículo em circulação nas vias públicas, o condutor deverá verificar a existência e as boas condições de funcionamento dos equipamentos de uso obrigatório, bem como se assegurar da existência de combustível suficiente para chegar ao local de destino
  • O condutor deverá, a todo o momento, ter domínio de seu veículo, dirigindo-o com atenção e cuidados indispensáveis à segurança do trânsito.
  • O uso de luzes em veículo obedecerá às seguintes determinações:
I - o condutor manterá acesos os faróis do veículo, utilizando luz baixa, durante a noite e durante o dia nos túneis providos de iluminação pública;
II - nas vias não iluminadas o condutor deve usar luz alta, exceto ao cruzar com outro veículo ou ao segui-lo;
III - a troca de luz baixa e alta, de forma intermitente e por curto período de tempo, com o objetivo de advertir outros motoristas, só poderá ser utilizada para indicar a intenção de ultrapassar o veículo que segue à frente ou para indicar a existência de risco à segurança para os veículos que circulam no sentido contrário;
IV - o condutor manterá acesas pelo menos as luzes de posição do veículo quando sob chuva forte, neblina ou cerração;
V - O condutor utilizará o pisca- alerta nas seguintes situações:
a) em imobilizações ou situações de emergência;
b) quando a regulamentação da via assim o determinar;
VI - durante a noite, em circulação, o condutor manterá acesa a luz de placa;
VII - o condutor manterá acesas, à noite, as luzes de posição quando o veículo estiver parado para fins de embarque ou desembarque de passageiros e carga ou descarga de mercadorias.

  • O condutor de veículo só poderá fazer uso de buzina, desde que em toque breve, para fazer as advertências necessárias a fim de evitar acidentes e fora das áreas urbanas, quando for conveniente advertir a um condutor que se tem o propósito de ultrapassá-lo.
  • Ao regular a velocidade, o condutor deverá observar, constantemente, as condições físicas da via, do veículo e da carga, as condições meteorológicas e a intensidade do trânsito, obedecendo aos limites máximos de velocidade estabelecidos para a via.
  • A velocidade máxima permitida para a via será indicada por meio de sinalização, obedecidas suas características técnicas e as condições de trânsito. Onde não existir sinalização regulamentadora, a velocidade máxima será de:
I - nas vias urbanas:
a) 80 Km/h, nas vias de trânsito rápido:
b) 60 Km/h, nas vias arteriais;
c) 40 Km/h, nas vias coletoras;
d) 30 Km/h, nas vias locais;
II - nas vias rurais:
a) nas rodovias:
1) 110 Km/h para automóveis, camionetas e motocicletas;
2) 90 Km/h, para ônibus e microônibus;
3) 80 Km/h, para os demais veículos;
b) nas estradas,
1) 60 Km/h para todos os veículos.
  • 20 - A velocidade mínima que o condutor pode transitar, não poderá ser inferior à metade da velocidade máxima estabelecida para a via, respeitada as condições operacionais de trânsito e da via.
  • 21 - O ciclista desmontado empurrando a bicicleta equipara-se ao pedestre em direito e deveres.
  • 22 - É assegurada ao pedestre a utilização dos passeios e passagens nas vias urbanas e do acostamento nas vias rurais
  • 23 - Nas áreas urbanas, quando não houver acostamento ou quando não for possível a sua utilização, a circulação de pedestre na pista de rolamento deverá ser feita com prioridade sobre os veículos, pelos bordos da pista, em fila única, exceto em locais proibidos pela sinalização e quando a segurança ficar prejudicada.
  • 24 - Para cruzar a pista de rolamento o pedestre tomará precauções de segurança, levando em conta a visibilidade, a distância e a velocidade dos veículos, utilizando sempre as faixas ou passagens a ele destinadas sempre que estas existirem numa distância de até cinqüenta metros dele. Onde não houver faixa ou passagem, o cruzamento da via deverá ser feito em sentido perpendicular ao de seu eixo;
  • 25 - nas interseções e em suas proximidades, onde não existam faixas de travessia, os pedestres devem atravessar a via na continuação da calçada e não deverão adentrar na pista sem antes se certificar de que podem fazê-lo sem obstruir o trânsito de veículos;
  • 26 - uma vez iniciada a travessia de uma pista, os pedestres não deverão aumentar o seu percurso, demorar-se ou parar sobre ela sem necessidade.
  • 27 - Os pedestres que estiverem atravessando a via sobre as faixas delimitadas para esse fim terão prioridade de passagem, exceto nos locais com sinalização semafórica, onde deverão ser respeitadas as disposições deste Código.
  • 28 - Nos locais em que houver sinalização semafórica de controle de passagem será dada preferência aos pedestres que não tenham concluído a travessia, mesmo em caso de mudança do semáforo liberando a passagem dos veículos.
  • 29 - É obrigatório o uso do cinto de segurança para condutor e passageiros em todas as vias do país.

terça-feira, julho 31, 2012

Agenda Olimpica Futebol


Paulo Pinto/AE

Quarta-feira, 01 de Agosto de 2012

Copa Sul-Americana
19h30 Deportivo Quito x León de Huánuco
19h30 Atlético-GO x Figueirense
21h50 Bahia x São Paulo
21h50 Palmeiras x Botafogo
Olimpíadas - Masculino
10h30 Brasil x Nova Zelândia
10h30 Egito x Belarus
13h00 Japão x Honduras
13h00 México x Suíça
13h00 Espanha x Marrocos
13h00 Coreia do Sul x Gabão
15h45 Senegal x Emirados Árabes Unidos
15h45 Reino Unido x Uruguai

Quinta-feira, 02 de Agosto de 2012

Copa Sul-Americana
16h15 Inti Gas x Millonarios
19h15 La Equidad x Mineros de Guaiana
21h30 Blooming x Universidad Católica
21h30 Monagas x Liga de Loja

Sexta-feira, 03 de Agosto de 2012

Argentino
19h00 Arsenal Sarandí x Unión
21h10 Vélez Sarsfield x Argentinos Juniors
Série C
19h30 Oeste x Duque de Caxias
Série D
20h00 Aracruz x Guarani-MG
Série B
21h00 Vitória x Bragantino
21h00 Grêmio Barueri x CRB
21h00 Ipatinga-MG x Goiás
21h00 Boa x América-RN
Olimpíadas - Feminino
08h00 1º do Grupo F x 2º do Grupo G
10h30 1º do Grupo G x 3º do Grupo E ou 3º do Grupo F
13h00 2º do Grupo E x 2º do Grupo F
15h30 1º do Grupo E x 3º do Grupo F ou 3º do Grupo G

Sábado, 04 de Agosto de 2012

Argentino
14h10 Quilmes x Boca Juniors
16h10 Colón x Lanús
18h15 Newells Old Boys x Independiente
20h20 Racing Club x Atlético Rafaela
Brasileirão
18h30 Flamengo x Atlético-MG
18h30 Palmeiras x Internacional
18h30 Atlético-GO x Botafogo
21h00 Portuguesa x Figueirense
Série C
15h00 Madureira x Macaé
16h00 Santa Cruz-PE x Icasa
16h00 Águia de Marabá x Salgueiro
16h00 Tupi x Santo André
16h00 Brasiliense-DF x Chapecoense
Série D
16h00 Santos-AP x Mixto
16h00 Ceilândia x CRAC-GO
16h00 CENE-MS x Sobradinho
18h00 Araguaína x Sampaio Correa-MA
19h00 Atlético Acreano x Remo
Série B
16h20 Atlético-PR x São Caetano
16h20 Joinville x Criciúma
16h20 Avaí x Ceará
16h20 Guarani x Guaratinguetá
16h20 ASA x América-MG
21h00 ABC x Paraná Clube
Olimpíadas - Masculino
08h00 1º do Grupo D x 2º do Grupo C
10h30 1º do Grupo B x 2º do Grupo A
13h00 1º do Grupo C x 2º do Grupo D
15h30 1º do Grupo A x 2º do Grupo B

Domingo, 05 de Agosto de 2012

Argentino
15h10 Godoy Cruz x All Boys
17h10 San Lorenzo x San Martín
19h15 River Plate x Belgrano
Brasileirão
16h00 Vasco x Corinthians
16h00 São Paulo x Sport
16h00 Grêmio x Bahia
16h00 Coritiba x Fluminense
18h30 Cruzeiro x Ponte Preta
18h30 Náutico x Santos
Série C
15h00 Caxias x Vila Nova-GO
16h00 Cuiabá-MT x Fortaleza
16h00 Treze-PB x Paysandu-PA
16h00 Guarany de Sobral x Luverdense
Série D
15h00 Mirassol x Metropolitano-SC
15h00 Cerâmica x Marília
16h00 Horizonte-CE x Petrolina
16h00 Concórdia x Cianorte
16h00 Sousa-PB x Vitória da Conquista
16h00 Itabaiana x CSA
17h00 Baraúnas-RN x Campinense-PB
19h30 Náutico-RR x Vilhena

Segunda-feira, 06 de Agosto de 2012

Argentino
20h10 Tigre x Estudiantes
Série D
20h00 Nacional-MG x Friburguense
20h15 Arapongas x Juventude
Olimpíadas - Feminino
13h00 Vencedor Grupo 19 x Vencedor Grupo 21
15h45 Vencedor Grupo 22 x Vencedor Grupo 20

Terça-feira, 07 de Agosto de 2012

Série B
21h00 América-RN x Atlético-PR
21h00 Bragantino x Ipatinga-MG
21h00 Avaí x ABC
Copa Sul-Americana
19h15 Cobreloa x Tacuary
21h45 Olimpia-PAR x Danubio
21h45 Mineros de Guaiana x La Equidad
Eliminatórias Europeias
A definir Alemanha x Ilhas Faroe
A definir Suécia x Cazaquistão
A definir Áustria x Irlanda
A definir Holanda x Andorra
A definir Turquia x Estônia
A definir Romênia x Hungria
A definir Noruega x Islândia
A definir Suíça x Chipre
A definir Eslovênia x Albânia
A definir Portugal x Luxemburgo
A definir Rússia x Azerbaijão
A definir Israel x Irlanda do Norte
A definir Grécia x Liechtenstein
A definir Eslováquia x Letônia
A definir Bósnia-Herzegóvina x Lituânia
A definir Inglaterra x San Marino
A definir Ucrânia x Moldova
A definir Montenegro x Polônia
A definir Espanha x Finlândia
A definir França x Geórgia
A definir Belarus x Geórgia
Olimpíadas - Masculino
13h00 Vencedor Grupo 26 x Vencedor Grupo 25
15h45 Vencedor Grupo 28 x Vencedor Grupo 27
Pesquisa: Uol/Futebol
Imagem: Paulo Pinto/AE

quarta-feira, junho 13, 2012

terça-feira, maio 08, 2012

Documentos que devem ser portados no Uruguay

Consulado-Geral do Brasil em Montevidéu
INFORMAÇÃO PARA OS MOTORISTAS BRASILEIROS NO URUGUAI
No Uruguai, o órgão público que tem competência para controlar e fiscalizar o trânsito de veículos automotores em rodovias é a Dirección Nacional de Policia Caminera, com sede em Montevidéu, Camino Maldonado, 5117, esquina com a rua Roma.. A norma legal que regula a circulação de veículos nas estradas uruguaias é o Decreto 118/84, Reglamento Nacional de Circulación Vial (R.N.C.V.).
Os seguintes documentos devem ser portados pelo motorista brasileiro que estiver conduzindo veículo com placa brasileira no Uruguai:
· carteira de identidade, expedida por Secretaria Estadual de Segurança Pública, ou passaporte válido;
· carteira nacional de habilitação (CNH), aceita pelas autoridades uruguaias pelo prazo máximo de um ano, a partir da última entrada do titular no país (as autoridades uruguaias não reconhecem a validade de CNH de menores de dezoito anos);
· documento de propriedade do veículo;
procuração, por instrumento público, ou por instrumento particular com firma reconhecida em cartório, autorizando o motorista a conduzir o veículo, no caso de o motorista não ser proprietário do veículo (inclusive quando o veículo, por ter sido adquirido por meio de financiamento de instituição do sistema financeiro nacional, estiver na condição de alienação fiduciária). A procuração poderá ser dispensada se o motorista for familiar direto (filho(a), cônjuge, pai ou mãe) do proprietário e se este estiver presente no mesmo veículo, viajando como passageiro.
· comprovante de seguro com cobertura sobre o Uruguai (“carta verde do Mercosul”). A propósito, recorda-se aos turistas que esta carta verde do Mercosul encontra-se à disposição para venda no Chuí, em Sant´Ana do Livramento, em Jaguarão e na Barra do Quarai, mediante pagamento em agência do Banco do Brasil S.A; portanto, se for adquiri-la na fronteira, recomenda-se viajar em dias úteis e dentro de horário bancário (das 9:00 às 15.00 h nas cidades fronteiriças);
§ os demais passageiros também devem portar carteira de identidade ou passaporte válido;
§ os cartões de entrada recebidos quando da entrada no Uruguai, tanto para o motorista e passageiros, como para o próprio veículo, deverão ser guardados, e restituídos às autoridades uruguaias no momento de deixar o país; a não-observância deste requisito é penalizada mediante a aplicação de multa, a ser paga no ato de saída do território uruguaio.
De um modo geral, as regras de segurança no trânsito são as mesmas observadas no Brasil, como, por exemplo: o uso obrigatório do cinto de segurança para todos os passageiros, sentados na frente e atrás; a ultrapassagem somente pela esquerda, onde permitida; a proibição de circulação pelos acostamentos. A Policía Caminera possui autoridade para apreender documentação do motorista em casos de faltas graves. Consideram-se faltas graves no Uruguai: dirigir embriagado (o índice máximo de álcool no sangue está indicado abaixo), ultrapassagem incorreta, excesso de velocidade. Relacionam-se, a seguir, algumas normas de segurança locais:
· a velocidade máxima permitida nas estradas é de 90 Km/h; em trechos expressamente sinalizados, pode ser de 110 Km/h;
· o uso obrigatório, nas cidades e nas estradas, do farol de luz baixa, mesmo durante o dia;
· o índice máximo permitido de álcool no sangue, medido por bafômetro, é de 2,9 dg/l; caso sejam detectados índices de 3 dg/l até 8 dg/l, a autoridade rodoviária autuará o motorista; caso o índice detectado seja igual ou superior a 8 dg/l, o motorista terá sua carteira apreendida, e, não havendo outro motorista habilitado entre os passageiros, o veículo também será apreendido;
· os menores de 12 anos devem viajar nos bancos traseiros.
Existem 15 pontos de pedágio em todo o território uruguaio. O valor da tarifa é de $ 90,00 (noventa pesos uruguaios) para veículos para até 8 passageiros, incluído o motorista, com quatro rodas e até dois eixos. Caso haja cobrança de pedágios nos dois sentidos da estrada, o valor cobrado, em cada sentido, é de $ 45,00 (pesos uruguaios). A partir de 1º de novembro de 2006, o pagamento da tarifa do pedágio pode ser feito em reais, dólares norte-americanos, pesos argentinos, além, naturalmente, de pesos uruguaios.
Telefones úteis:
· em caso de emergência nas estradas, disque 911 ou 108 (*108 a partir de celular), para falar com a central de atendimento da Policía Caminera;
· sede central da Policía Caminera, disque 1954 (caso esteja fora de Montevidéu, disque 02 1954);
· pedágio em Garzon (Departamento de Rocha), estrada 9: disque 0480 6090;
· pedágio em Solis (Departamento de Maldonado), estrada Interbalneária: disque 0439 0032;
· pedágio em Gregorio Aznarez (Departamento de Canelones), estrada 9: disque 0370 7001;
· pedágio em Pando (Departamento de Canelones), estrada Interbalneária: disque 0376 6554;
· pedágio em Manuel Diaz (Departamento de Rivera), estrada 5: disque 0630 2996.
Endereços dos principais Hospitais e Clínicas:

Montevidéu:
- Hospital Britânico (Clínica Particular)– Av. Itália 2420 - Tel. 4871020;
- Hospital Americano (Clínica Particular)– Isabelino Bosch 2466 - Tel. 7086041;
- Sanatório IMPASA (Clínica Particular)– Av. L. A. de Herrera 2275 - Tel. 4878787 - 4871016;
- Hospital de Clínicas "Dr.Manuel Quintela"(Público)– Av. Itália s/n - Tel. 4871515

Punta del Este:
- Sanatório Cantegril (Clínica Particular)– Av. Roosevelt s/n - Tel.489151.
- Sanatório Dr. J.D. Mautone (Clínica Particular)– Av. Roosevelt s/n - Tel.222860.

Colónia do Sacramento:
- Sanatório Evangélico (Clínica Particular): Fosalba 366 - Tel.25024.

Emergências móveis particulares:
Montevideu:
SEMM – Administração: Boulevard Artigas, 864 esq. 21 de setiembre - Tel. 711-2121
UCM - Administração: José Mazzini 2957 - Tel. 4873333
SUAT - Administração: 21 de Setiembre 2474 - Tel. 7110711

Colónia do Sacramento:
SIMC - Administração: Manuel Lobo 332 - Tel. 24352

Punta del Este:
Cardiomóvel- Administração: Av. Roosevelt esq. Açuña de Figueroa - Tel. 232800.
Pequeno glossário de termos rodoviários e mecânicos:
- pneu furado – neumático pinchado
- borracharia – gomería
- automóvel/carro – auto
- oficina mecânica – taller de mecânica
- óleo de motor – aceite de motor
- posto de gasolina – estación de servicio
- rotatória/balão – rotonda
- acostamento – banquina
- passagem de nível – paso a nível (ferrovias)
- contra-mão – contramano
- mão única – única mano
- mão dupla – doble via
- quebra-mola – lomo de burro
- macaco hidráulico – gato hidráulico
- chave de fenda – destornillador
- triángulo – baliza
- cinto de segurança – cinturón de seguridad
- pisca-pisca – señalero
- embreagem – embreague
- alavanca de marchas – palanca de câmbios
- pneu estepe – neumático auxiliar
- limpador de parabrisa – escobilla
- pára-choque – paragolpe
- caixa de primeiros socorros – cajá de primeiros auxílios
- gasolina - nafta
- óleo diesel - gasoil
 
Acesse o sítio eletrônico do Ministério de Transportes y Obras Públicas do Uruguai http://www.mtop.gub.uy/ , para visualizar mapas rodoviários do Uruguai, com informação sobre estado das rodovias e distância entre cidades.
Endereços e telefones de plantão do Serviço Consular brasileiro no Uruguai:
1. Consulado-Geral do Brasil em Montevidéu
Calle Convención, 1343 – 6º piso
tels: (02) 902-1712 – (02) 900- 5073 – (02) 900-6282 – (02) 901-1460
tel. de plantão: 094-415352
2. Consulado em Rivera
Calle Ceballos, 1159
tels. 062-24470; 062-38866 – e (055) 3242-2499 (linha brasileira)
Celular de plantão: (055) 91220605 (linha brasileira)
3. Consulado no Chuy
Calle Tito Fernández, 147
tels. (0474) 2049
tel. de plantão (053) 9961-1635
4. Vice-Consulado em Rio Branco
Calle 10 de junio, 379
tel. 0675-2816
tel. de plantão: 099-789111
5. Vice-Consulado em Artigas
Calle Lecueder, 432
tel. 0772-5414
tel. de plantão: 099-770659
fonte: consulado uruguay

terça-feira, abril 24, 2012

Assista o vídeo - LITERATO, Jessier Quirino Bandeira Nordestina

video

JESSIER QUIRINO BANDEIRA NORDESTINA - LITERATO

Fronteiras

Rejane Botelho

As normativas existentes de limentes de fronteiras as quais pertencemos, mostra por muitas vezes os entraves de empreendimentos em Pelotas e mostra quem manda.


Dispõe sobre a Faixa de Fronteira, altera o Decreto-lei nº 1.135, de 3 de dezembro de 1970, e dá outras providências.
- Na integra:
 PRESIDENTE DA REPÚBLICA Faço saber que o Congresso Nacional decreta e eu sanciono a seguinte Lei:
Art. 1º. - É considerada área indispensável à Segurança Nacional a faixa interna de 150 Km (cento e cinqüenta quilômetros) de largura, paralela à linha divisória terrestre do território nacional, que será designada como Faixa de Fronteira.
Art. 2º. - Salvo com o assentimento prévio do Conselho de Segurança Nacional, será vedada, na Faixa de Fronteira, a prática dos atos referentes a:
I - alienação e concessão de terras públicas, abertura de vias de transporte e instalação de meios de comunicação destinados à exploração de serviços de radiodifusão de sons ou radiodifusão de sons e imagens;
II - Construção de pontes, estradas internacionais e campos de pouso;
III - estabelecimento ou exploração de indústrias que interessem à Segurança Nacional, assim relacionadas em decreto do Poder Executivo.
IV - instalação de empresas que se dedicarem às seguintes atividades:
a) pesquisa, lavra, exploração e aproveitamento de recursos minerais, salvo aqueles de imediata aplicação na construção civil, assim classificados no Código de Mineração;
b) colonização e loteamento rurais;
V - transações com imóvel rural, que impliquem a obtenção, por estrangeiro, do domínio, da posse ou de qualquer direito real sobre o imóvel;
VI - participação, a qualquer título, de estrangeiro, pessoa natural ou jurídica, em pessoa jurídica que seja titular de direito real sobre imóvel rural;
§ 1º. - O assentimento prévio, a modificação ou a cassação das concessões ou autorizações serão formalizados em ato da Secretaria-Geral do Conselho de Segurança Nacional, em cada caso.
§ 2º. - Se o ato da Secretaria-Geral do Conselho de Segurança Nacional for denegatório ou implicar modificação ou cassação de atos anteriores, da decisão caberá recurso ao Presidente da República.
§ 3º. - Os pedidos de assentimento prévio serão instituídos com o parecer do órgão federal controlador da atividade, observada a legislação pertinente em cada caso.
Art. 3º. - Na faixa de Fronteira, as empresas que se dedicarem às indústrias ou atividades previstas nos itens III e IV do artigo 2º deverão, obrigatoriamente, satisfazer às seguintes condições:
I - pelo menos 51% (cinqüenta e um por cento) do capital pertencer a brasileiros;
II - pelo menos 2/3 (dois terços) de trabalhadores serem brasileiros; e
III - caber a administração ou gerência a maioria de brasileiros, assegurados a estes os poderes predominantes.
Parágrafo único - No caso de pessoa física ou empresa individual, só a brasileiro será permitido o estabelecendo ou exploração das indústrias ou das atividades referidas neste artigo.
Art. 4º. - As autoridades, entidades e serventuários públicos exigirão prova do assentimento prévio do Conselho de Segurança Nacional para prática de qualquer ato regulado por esta lei.
Parágrafo único - Os tabeliães e Oficiais do Registro de Imóveis, bem como os servidores das Juntas Comerciais, quando não derem fiel cumprimento ao disposto neste artigo, estarão sujeitos à multa de até 10% (dez por cento) sobre o valor do negócio irregularmente realizado, independentemente das sanções civis e penais cabíveis.
Art. 5º. - As Juntas Comerciais não poderão arquivar ou registrar contrato social, estatuto ou ato constitutivo de sociedade, bem como suas eventuais alterações, quando contrariarem o disposto nesta Lei.
Art. 6º. - Os atos previstos no artigo 2º., quando praticados sem o prévio assentimento do Conselho de Segurança Nacional, serão nulos de pleno direito e sujeitarão os responsáveis à multa de até 20% (vinte por cento) do valor declarado do negócio irregularmente realizado.
Art. 7º. - Competirá à Secretaria-Geral do Conselho de Segurança Nacional solicitar, dos órgãos competentes, a instauração de inquérito destinado a apurar as infrações às disposições desta Lei.
Art. 8º. - A alienação e a concessão de terras públicas, na faixa de Fronteira, não poderão exceder de 3000 ha (três mil hectares), sendo consideradas como uma só unidade as alienações e concessões feitas a pessoas jurídicas que tenham administradores, ou detentores da maioria do capital comuns.
§ 1º. - O Presidente da República, ouvido o Conselho de Segurança Nacional e mediante prévia autorização do Senado Federal, poderá autorizar a alienação e a concessão de terras públicas acima do limite estabelecido neste artigo, desde que haja manifesto interesse para a economia regional.
§ 2º. - A alienação e a concessão de terrenos urbanos reger-se-ão por legislação específica.
Art. 9º. - Toda vez que existir interesse para a Segurança Nacional, a união poderá concorrer com o custo, ou parte deste, para a construção de obras públicas a cargo dos Municípios total ou parcialmente abrangidos pela Faixa de Fronteira.
§ 1º. - A Lei Orçamentaria Anual da União consignará, para a Secretaria-Geral do Conselho de Segurança Nacional, recursos adequados ao cumprimento do disposto neste artigo.
§ 2º. - Os recursos serão repassados diretamente às Prefeituras Municipais, mediante a apresentação de projetos específicos.
Art. 10. - Anualmente, o Desembargador - Corregedor da Justiça Estadual, ou magistrado por ele indicado, realizará correção nos livros dos Tabeliães e Oficiais do Registro de Imóveis, nas comarcas dos respectivos Estados que possuírem municípios abrangidos pelo Faixa de Fronteira, para verificar o cumprimento desta Lei, determinando, de imediato, as providências que forem necessárias.
Parágrafo único - Nos Territórios Federais, a correção prevista neste artigo será realizada pelo Desembargador - Corregedor da Justiça do Distrito Federal e dos Territórios.
Art. 11 - O § 3º do artigo 6º do Decreto-lei nº 1.135, de 3 de dezembro de 1970, passa a vigorar com a seguinte redação:
"Art. 6º -......................................................................................
...................................................................................................
§ 3º. Caberá recurso ao Presidente da República dos atos de que trata o parágrafo anterior, quando forem denegatórios ou implicarem a modificação ou cassação de atos já praticados."
Art. 12 - Esta Lei entrará em vigor na data de sua publicação, revogadas a Lei nº 2.597, de 12 de setembro de 1955, e demais disposições em contrário.
Brasília, 2 de maio de 1979; 158º da Independência e 91º da República.
JOÃO B. DE FIGUEIREDOPetrônio Portela
Danilo Venturini
Este texto não substitui o publicado no D.O.U. de 3.5.1979

Internet por energia elétrica

TENDE MISERICÓRDIA DE NÓS

61,% Assista, Salários

Grande Hotel

Grande Hotel
OPINE

http://movimentogotadagua.com.br/