08 Março

terça-feira, dezembro 28, 2010

28/12/2010
tags:
por Gilberto Simon
Cais Mauá - Um grande deck com um projetor de 15 metros de comprimento mostra um skyline (linha do horizonte) com imagens da cidade. A cada três minutos, o projetor faz um percurso de 12 horas na imagem do amanhecer até o anoitecer. Junto ao deck, lunetas futurísticas apresentam o vídeo do projeto.
Veja o video:
 

Rótulas

A quem interessar na cidade de Getúlio Vargas, RS assim como em outras, para diminuir os acidentes de transito foram construídas rótulas, também em Pelotas muitos não gostaram. Criativamente a população apelidou as mesmas como as “rosquinhas do prefeito”, como aqui temos Robim Hood, poderíamos colocar as rosquinhas de Robim.
Sou a favor dessas rótulas, obrigam os corredores profissionais a diminuirem a velocidade, boa iniciativa.

 Getúlio Vargas, RS
http://www.turismo.rs.gov.br/portal/index.php?q=galeria&rr=134

Gramado, RS
http://www.ijuhy.com/noticia-ler.php?id=19511

Fagundes Varela, RS
http://www.fagundesvarela.rs.gov.br/bancoimagens.php?pagina=3



segunda-feira, dezembro 27, 2010

Os Animais Conseguem Pressentir As Catástrofes Ambientais?

Autor: Vininha F. Carvalho

Alguns acontecimentos fortalecem a teoria de que os animais são dotados de um "sexto sentido" , ou seja, uma relação muito próxima com os segredos da natureza. Os irracionais parecem ter premonição, pois conseguem prever as catástrofes ambientais.

Considerados por uns como uma simples coincidência , outros suspeitam que por eles terem os sentidos mais aguçados do que os do ser humano, são capazes de captar vibrações e mudanças na pressão do ar e, percebendo até as primeiras ondas que vêm do centro da terra, fogem buscando encontrar um local que ofereça segurança.

De toda maneira um fato é certo, os animais sabem o que vai acontecer antes de nós. As pesquisas sobre o comportamento animal merecem ser aprimoradas , buscando encontrar uma fórmula de permitir que os animais sirvam futuramente como um sistema de alerta para os seres humanos frente as manifestações da natureza.

Os cientistas podem detectar sinais que mostram as possibilidades de um terremoto, como as pressões sísmicas, modificações dos campos magnéticos, inclinação do solo, etc. Mas todas estas técnicas não permitem prever com exatidão quando acontecerá uma catástrofe.

Na China, um grupo de especialistas em sismologia em Nanning, província de Guangxi, decidiram usar cobras para prever abalos sísmicos. Monitorizam, 24 horas por dia, um conjunto de cobras e ninhos delas, com o intuito de prever tremores de terra. Eles acreditam que as cobras podem sentir a libertação de energia que dá origem aos tremores de terra cerca de 120 horas antes de os sismógrafos os registarem e de os humanos sentirem o chão a tremer debaixo dos pés.

As cobras são, segundo os pesquisadores, os animais que mais rápido dão sinal de movimentos na crosta terrestre, embora acreditem que todos os répteis têm capacidade de sentir estas alterações.

Nas horas que antecedem um abalo, o comportamento das cobras é errático e agressivo, chegando a atirar-se repetidamente contra as paredes ou vidros dos espaços onde estão confinadas.

O histórico de catástrofes ambientais anunciadas pelos animais é muito antigo. Oficialmente o interesse pelo tema iniciou em 1975 quando os funcionários da cidade chinesa de Haicheng foram surpreendidos pelo comportamento anormal dos animais e resolveram evacuar a cidade de 90 mil habitantes. Pouco depois um terremoto de escala 7.3 atingiu a cidade destruindo 90% dos edifícios.

Existem muitos relatos de testemunhas que viram aves e animais migrando antes do surgimento de terremotos, maremotos e erupções vulcânicas.

- Em 1755, o filósofo alemão Immanuel Kant observou uma multidão de minhocas saindo do subsolo perto de Cadiz, Sul da Espanha, oito dias antes do desastre atingir Portugal, provocando um grande terremoto em Lisboa .

- No dia 25 de junho de 1966, os moradores de Parkfield, na Califórnia, Estados Unidos, foram invadidos por cobras cascavéis. Eles não entendiam por que os répteis fugiram das colinas. A resposta chegou dois dias depois quando a área foi atingida por um terremoto.

- No dia 22 de fevereiro de 1999, pequenos antílopes fugiram da região montanhosa austríaca do Tyrol para os vales, algo que eles não costumavam fazer. No dia seguinte, uma avalanche devastou a vila austríaca de Galtur no Tyrol, matando dezenas de pessoas.

- Em 28 de fevereiro de 2001, um grupo numeroso de gatos se escondeu sem motivo aparente 12 horas antes de um terremoto que atingiu a área de Seattle. Uma ou duas horas antes, outros animais se comportaram de forma ansiosa , enquanto alguns cães latiram desesperados antes do terremoto chegar. Até mesmo cabritos e outros animais demonstraram sinais de medo.

- No dia 26 de dezembro 2004 ocorreu um tsunami no Oceano Índico, com vítimas fatais relatadas em mais de 285.000. Ondas gigantescas entraram até 3,5 quilômetros terra adentro na maior reserva ecológica da ilha, onde existem milhares de animais.As aves domésticas, galinhas e patos principalmente, subiram para árvores ou lugares altos, mas ninguém pareceu perceber o drama que se ia abater sobre as populações costeiras dos países que sofreram esta catástrofe.

Vários turistas se afogaram na reserva ecológica, mas, para surpresa das autoridades, não foi encontrado nenhum animal morto. As autoridades que cuidam da fauna no Sri Lanka informaram que, apesar da perda de milhares de vidas humanas no maremoto que atingiu o sul da Ásia, não houve registro de mortes entre animais na reserva e que o número de animais mortos na região, foi infimamente menor que o das pessoas

- Pouco antes de ocorrer a grande tragédia que abalou o Haiti , no dia 12 de janeiro de 2009, o cão chamado K9 , que estava sossegado deitado no meio de um escritório, manifesta de repente um forte desejo de fuga do local, como se tivesse captado um sinal de alerta. Segundos depois começa o tremor e pessoas correm em busca de saída.O fato relatado numa matéria recente do Daily Mail, divulga um vídeo que registrou o momento exato em que este cão labrador sai em disparada momentos antes de um tremor. Depois, as coisas começando a cair por todos os lados.

O veterinário PhD Robert Eckstein, estudioso do comportamento animal no departamento de biologia da Warren Wilson College, em Asheville, Estados Unidos, afirma:“eles sentem aspectos do mundo real que nós não temos conhecimento.”




http://www.artigonal.com/meio-ambiente-artigos/os-animais-conseguem-pressentir-as-catastrofes-ambientais-1755600.html

Perfil do Autor

Graduada em administração de empresas e economia, especializada em marketing turístico, com aptidão para produzir reportagens que envolvam questões na área ambiental ( incluindo ecoturismo) e relativas a animais, para veículos da mídia impressa e eletrônica. Atuante em entidades e projetos com enfoques social e ambiental.

A nova ortografia - Guia rápido e simplificado

http://aulete.uol.com.br/acordo/acordo_ortografico.pdf 

ACORDO ORTOGRÁFICO DA LÍNGUA PORTUGUESA

Considerando que o projeto de texto de ortografia unificada de língua portuguesa aprovado em Lisboa, em 12 de outubro de 1990, pela Academia das Ciências de Lisboa, Academia Brasileira de Letras e delegações de Angola, Cabo Verde, Guiné-Bissau, Moçambique e São Tomé e Príncipe, com a adesão da delegação de observadores da Galiza, constitui um passo importante para a defesa da unidade essencial da língua portuguesa e para o seu prestígio internacional, Considerando que o texto do acordo que ora se aprova resulta de um aprofundado debate nos Países signatários,
a República Popular de Angola,
a República Federativa do Brasil,
a República de Cabo Verde,
a República da Guiné-Bissau,
a República de Moçambique,
a República Portuguesa,
e a República Democrática de São Tomé e Príncipe, acordam no seguinte:
 
Artigo 1º
É aprovado o Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa, que consta como anexo I ao presente instrumento de aprovação, sob a designação de Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa (1990) e vai acompanhado da respectiva nota explicativa, que consta como anexo II ao mesmo instrumento de aprovação, sob a designação de Nota Explicativa do Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa (1990).
 
Artigo 2º
Os Estados signatários tomarão, através das instituições e órgãos competentes, as providências necessárias com vista à elaboração, até 1 de janeiro de 1993, de um vocabulário ortográfico comum da língua portuguesa, tão completo quanto desejável e tão normalizador quanto possível, no que se refere às terminologias científicas e técnicas.
 
Artigo 3º
O Acordo Ortográfico da Língua Portuguesa entrará em vigor em 1º de janeiro de 1994, após depositados os instrumentos de ratificação de todos os Estados junto do Governo da República Portuguesa.
 
Artigo 4º
 
Os Estados signatários adotarão as medidas que entenderem adequadas ao efetivo  respeito da data da entrada em vigor estabelecida no artigo 3º.
 
Em fé do que, os abaixo assinados, devidamente credenciados para o efeito, aprovam o presente acordo, redigido em língua portuguesa, em sete exemplares, todos igualmente autênticos.
Assinado em Lisboa, em 16 de dezembro de 1990.

PELA REPÚBLICA POPULAR DE ANGOLA
JOSÉ MATEUS DE ADELINO PEIXOTO
Secretário de Estado da Cultura
PELA REPÚBLICA FEDERATIVA
DO BRASIL
CARLOS ALBERTO GOMES CHIARELLI
Ministro da Educação
PELA REPÚBLICA DE CABO VERDE
DAVID HOPFFER ALMADA
Ministro da Informação, Cultura e Desportos
PELA REPÚBLICA DA GUINÉ-BISSAU
ALEXANDRE BRITO RIBEIRO FURTADO
Secretário de Estado da Cultura
PELA REPÚBLICA DE MOÇAMBIQUE
LUIS BERNARDO HONWANA
Ministro da Cultura
PELA REPÚBLICA PORTUGUESA
PEDRO MIGUEL DE SANTANA LOPES
Secretário de Estado da Cultura
PELA REPÚBLICA DEMOCRÁTICA DE SÃO TOMÉ E PRÍNCIPE
LÍGIA SILVA GRAÇA DO ESPÍRITO SANTO COSTA
Ministra da Educação e Cultura

domingo, dezembro 26, 2010

segunda-feira, dezembro 20, 2010

Dicas de tudo um pouco

 
 
Um e-mail me foi enviado com essas dicas, achei bárbaro,
assim compartilho com os leitores.
                                                                Rejane Botelho

domingo, dezembro 19, 2010

A Evolução da Educação:

Antigamente se ensinava e cobrava tabuada, caligrafia, redação, datilografia...
Havia aulas de Educação Física, Moral e Cívica, Práticas Agrícolas, Práticas Industriais e cantava-se o Hino Nacional, hasteando a Bandeira Nacional antes de iniciar as aulas...
Leiam o relato de uma Professora de Matemática:
Semana passada, comprei um produto que custou R$ 15,80. Dei à balconista R$ 20,00 e peguei na minha bolsa 80 centavos, para evitar receber ainda mais moedas. A balconista pegou o dinheiro e ficou olhando para a máquina registradora, aparentemente sem saber o que fazer.
Tentei explicar que ela tinha que me dar 5,00 reais de troco, mas ela não se convenceu e chamou o gerente para ajudá-la.
Ficou com lágrimas nos olhos enquanto o gerente tentava explicar e ela aparentemente continuava sem entender.
Por que estou contando isso?
Porque me dei conta da evolução do ensino de matemática desde 1950, que foi assim:
1. Ensino de matemática em 1950:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é igual a 4/5 do preço de venda.
Qual é o lucro?
2. Ensino de matemática em 1970:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é igual a 4/5 do preço de venda ou R$ 80,00. Qual é o lucro?
3. Ensino de matemática em 1980:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00.
Qual é o lucro?
4. Ensino de matemática em 1990:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00.
Escolha a resposta certa, que indica o lucro:
( )R$ 20,00 ( )R$ 40,00 ( )R$ 60,00 ( )R$ 80,00 ( )R$ 100,00
5. Ensino de matemática em 2000:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00.
O lucro é de R$ 20,00.
Está certo?
( )SIM ( ) NÃO
6. Ensino de matemática em 2009:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00.
Se você souber ler, coloque um X no R$ 20,00.
( )R$ 20,00 ( )R$ 40,00 ( )R$ 60,00 ( )R$ 80,00 ( )R$ 100,00
7. Em 2010 vai ser assim:
Um lenhador vende um carro de lenha por R$ 100,00.
O custo de produção é R$ 80,00.
Se você souber ler, coloque um X no R$ 20,00.
(Se você é afro descendente, especial, indígena ou de qualquer outra minoria social não precisa responder).
( )R$ 20,00 ( )R$ 40,00 ( )R$ 60,00 ( )R$ 80,00 ( )R$ 100,00
E se um moleque resolver pichar a sala de aula e a professora fizer com que ele pinte a sala novamente, os pais ficam enfurecidos pois a professora provocou traumas na criança.
- Essa pergunta foi vencedora em um congresso sobre vida sustentável:
“Todo mundo está 'pensando' em deixar um planeta melhor para nossos filhos...
Quando é que se 'pensará' em deixar filhos melhores para o nosso planeta?"
Repassando!

quinta-feira, dezembro 16, 2010

Bebidas Energéticas


Rejane Botelho

Efeitos do RED BULL
Em uma viagem aos Free Shop de Rio Branco, presenciei casal idoso e diversas pessoas utilizando a bebida ou adquirindo caixas e caixas do energético. Das piores que assisti foi um senhor de idade já avançada que além de degustar o Red Bull, o ingeriu com algum tipo de medicamento. Fiquei a pensar se estaria se utilizando da bebida para ingerir o medicamento, para saciar a sede ou para “criar assas”. Conversei com um casal que estava comprando uma caixa para alguém, e não sabiam para o quê servia ou o que ocasionava, basta constatarmos o número de latas deixadas nas ruas e constatamos que não é consumido por poucos.
Às vezes vejo imprudências no trânsito praticadas por pessoas idosas que deveriam dar exemplos e que por terem experiência suficiente sabem o que nosso transito está causando. Seria essa bebida uma das responsáveis pelas mortes no transito? A bebida alcóolica esta proibida para quem dirige e a bebida energética liberada. Outra a se pensar com relação a atletas que morrem aparentemente sem causa, muitas já comprovadas.
Rejane Botelho

No Brasil, como em outros países, as pessoas acreditam que Red Bull e outras bebidas energéticas evitam a sonolência causada por bebidas alcoólicas e aumentar a sua capacidade para dançar a noite toda ou até mesmo para trabalhar.

Energéticos e risco de alcoolismo

17/11/2010
Agência FAPESP – Uma nova pesquisa, feita nos Estados Unidos, verificou uma importante associação entre o consumo de bebidas energéticas e o risco de desenvolver alcoolismo.
O estudo, que será publicado na edição de fevereiro da revista Alcoholism: Clinical & Experimental Research, avaliou dados de mais de 1 mil estudantes universitários, dos quais 10,1% disseram ingerir energéticos pelo menos uma vez por semana.
Segundo o trabalho, aqueles com elevado consumo de energéticos (52 vezes ou mais por ano) apresentaram risco significativamente maior de desenvolver dependência de bebidas alcoólicas e se embebedavam mais e mais cedo (com relação à idade) do que os demais.
O estudo destaca que os energéticos contêm bastante cafeína e podem levar ao desenvolvimento de outros problemas, além da perda de sono. Segundo o trabalho, uma importante preocupação é que a mistura de energéticos com bebidas alcoólicas pode levar a um estado de “embriaguez desperta”, na qual a cafeína mascara a sensação de embriaguez sem reduzir os prejuízos causados pelo estado.
O resultado é que o usuário se sente menos bêbado do que realmente está, o que pode levar a consumir quantidades ainda maiores de bebida. “Os resultados reforçam a necessidade de maiores investigações a respeito dos possíveis efeitos negativos para a saúde das bebidas energéticas e dos riscos de seu consumo misturado com o álcool”, destacaram os autores.
“A cafeína não se opõe ou cancela os prejuízos associados com a embriaguez, ela apenas disfarça os marcadores mais óbvios desse estado. O fato de que não há regulação a respeito da quantidade de cafeína nas bebidas energéticas é desconcertante”, disse Amelia Arria, da Universidade de Maryland, um dos autores da pesquisa.
O artigo Energy drink consumption and increased risk for alcohol dependence (doi: 10.1111/j.1530-0277.2010.01352.x) pode ser lido em breve em www.interscience.wiley.com/jpages/0145-
6008.
 


American Beverage Association divulga estudo que descarta associação entre refrigerantes e diabetes tipo dois

Washington, DC - É indefensável, do ponto de vista científico, atribuir a um determinado alimento ou bebida, por si só, a responsabilidade pelo aumento do risco de se contrair o diabetes do tipo 2, uma doença que, como se sabe, tem múltiplas causas e fatores de risco.

Um novo estudo feito por Matthias Schulze et al. na edição de 25 de agosto de The Journal of the American Medical Association (JAMA) propõe, de forma irresponsável, uma associação entre o consumo de refrigerantes adoçados com açúcar e o diabetes tipo 2 nas mulheres. Essa interpretação dos resultados não reflete a realidade e nem mesmo os próprios resultados desse estudo. Além dos refrigerantes, o estudo encontrou correlações significativas entre o baixo consumo de fibras de cereais, de proteínas e de magnésio, o tabagismo, a baixa atividade física, o aumento do consumo total de calorias e o diabetes tipo 2.

"É inexplicável que os autores tenham optado por focalizar apenas as bebidas adoçadas com açúcar dessa maneira", disse o Dr.Richard Adamson, Vice-Presidente para Assuntos Científicos e Técnicos da American Beverage Association. "Nem o consumo de refrigerantes, nem de sucos de frutas ou de açúcar estão listados pelos Institutos Nacionais de Saúde, pela Associação Americana de Diabetes ou pela maioria das publicações médicas como fatores de risco para o diabetes tipo 2. Esse estudo não fornece provas que sustentem a inflamada alegação de que as bebidas adoçadas com açúcar são uma causa do diabetes tipo 2."

"Uma leitura cuidadosa do trabalho revela que foi um estilo de vida pouco saudável, e não o consumo de um determinado alimento ou bebida, que aumentou o risco de mulheres contraírem o diabetes tipo 2. Além de seus resultados estatísticos  serem contestáveis, o estudo também não fez os necessários ajustes para todos os fatores de risco diabético conhecidos,"disse Adamson.

Não se provou que exista associação entre o aumento do consumo de açúcar e a obesidade

O consumo de açúcar e um maior Índice de Massa Corporal (IMC) não estão diretamente ligados. Como foi recentemente comunicado pelo Instituto de Medicina, os estudos não têm demonstrado uma relação direta entre o aumento do consumo de açúcar e as crescentes taxas de obesidade. O relatório do IOM também afirma que os efeitos do aumento do consumo do total de açúcar ou de energia não são consistentes e que "não existe uma associação clara e consistente entre o aumento do consumo de açúcares adicionais e um maior IMC".

DIABETES TIPO 2/ADENDO UM

As provas epidemiológicas de outros estudos também indicam que o consumo de açúcar não é um fator de risco independente para o diabetes tipo 2. Uma recente crítica de literatura médica, feita por Rob van Dam (European Journal of Epidemiology 2003; 18:1115-1125), observa que: "Contrariamente à crença popular, os dados não sugerem que uma proporção mais elevada de sacarina na dieta aumente o risco de diabetes tipo 2, independentemente da gordura do corpo".

Deve-se notar também que em Nurses' Health Study I concluiu-se que o consumo de sacarina não estava relacionado com o risco do diabetes tipo 2 (Colditz et al., American Journal of Clinical Nutrition 1992;55:1018-1023). Esse resultado anterior foi ignorado no estudo de Schulze, que teve a colaboração de muitos dos mesmos autores.

Os dados do estudo sugerem ilogicamente que não há grande diferença entre mulheres que tomam bebidas comuns e as que consomem bebidas dietéticas.

No presente estudo, as correlações entre o aumento do consumo de refrigerantes com açúcar e o diabetes tipo 2 não diferiram significativamente das estabelecidas entre os refrigerantes dietéticos e a doença mencionada. Não há base científica razoável para qualquer associação entre o consumo de refrigerantes dietéticos e o aumento de peso ou obesidade. A inexistência de diferença entre os refrigerantes com açúcar e os dietéticos levanta a questão da validade dos métodos analíticos utilizados pelo estudo aqui referido.

Problemas metodológicos com instrumentos de avaliação dietética

Em um parágrafo-chave da seção de comentários, os autores observam que somente erros na avaliação das dietas podem explicar uma falta de associação. Entretanto, sabe-se que os instrumentos de auto-avaliação de dietas produzem erros de omissão e de superestimação das quantidades consumidas. A auto-avaliação dietética pode resultar em erros tendenciosos, tanto ao falhar em encontrar associações existentes como ao encontrar falsamente associações inexistentes. Como nesse estudo o consumo de bebidas adoçadas com açúcar foi associado a vários fatores de risco de diabetes já demonstrados (por exemplo, tabagismo, baixa atividade física, baixo consumo de fibras de cereais e de magnésio), é impossível determinar qual dessa variáveis foi mais importante como fator ligado à incidência do diabetes.

Os estudos epidemiológicos freqüentemente têm esses tipos de questão (Smith e Ebrahim, British Medical Journal 2002; 325: 1437-1438), mas no presente estudo os autores decidiram ignorar muitos dos fatores já reconhecidos como ligados à incidência do diabetes e focalizaram apenas uma ligação com o aumento do consumo de bebidas adoçadas. Além disso, em todo o estudo, não se encontrou qualquer associação com o aumento de peso ou o diabetes tipo2 em mulheres que consumiam refrigerantes habitualmente. A única associação foi encontrada entre o aumento de peso ou o diabetes tipo 2 e mulheres que aumentaram drasticamente o consumo de refrigerantes durante o estudo. Essa falta de correlação entre a doença e o consumo constante de refrigerantes sugere que os refrigerantes não foram o fator mais importante. O foco exclusivo nos refrigerantes à luz de muitos fatores associados é uma falha científica. É o estilo de vida geral pouco saudável dos pacientes e não um único fator que parece ter levado a um maior risco de aumento de peso e de diabetes tipo2.

DIABETES TIPO 2/ADENDO DOIS

A indústria de refrigerantes oferece variedade de bebidas e os consumidores respondem

Para manter um estilo de vida saudável, é importante consumir uma grande variedade de alimentos e bebidas com moderação e fazer exercícios físicos diários. Os fabricantes de refrigerantes oferecem aos consumidores grande diversidade de bebidas, como água, chás, bebidas energéticas, sucos de frutas, bebidas à base de frutas, refrigerantes comuns, refrigerantes de baixo teor calórico e refrigerantes diet. De acordo com o Beverage Diet, uma publicação comercial da indústria, as vendas de refrigerantes dietéticos, água e bebidas energéticas têm aumentado muito nos Estados Unidos, com as bebidas dietéticas subindo 6,3% no ano passado, a água 21,5% e as bebidas energéticas (que têm menos açúcar e menos calorias que os refrigerantes comuns) 17,9%.

Em sua edição de 13 de Agosto, Beverage Digest calculou o seguinte: "De 1998 a 2003, o total de calorias por porção do que a indústria de bebidas vende diminuiu cerca de 12%".

"As companhias fabricantes de refrigerantes têm fornecido mais opções aos consumidores, expandindo sua oferta de bebidas de baixa caloria ou de caloria zero e introduzindo novas e menores embalagens, inclusive latas de 8 onças, e garrafas de plástico de 13.2 e 14 onças, para ajudar os consumidores a controlar seu consumo de calorias enquanto apreciam um ótimo sabor", disse Kathleen Dezio, porta-voz da ABA.

A American Beverage Association (National Soft Drink Association) é a associação comercial que representa o amplo espectro das companhias que fabricam e distribuem bebidas não-alcoólicas nos Estados Unidos. Refletindo a crescente variedade de bebidas produzidas por seus membros a NSDA mudou recentemente seu nome para abranger todos os produtos das companhias a ela pertencentes.
Pessquisa: Rejane Botelho


terça-feira, dezembro 14, 2010

Pelotas, Capital Cultural: Livro sobre arte portuguesa em Pelotas

Pelotas, Capital Cultural: Livro sobre arte portuguesa em Pelotas: "A artista pelotense Rejane Botelho idealizou um livro que registra parte do legado português em Pelotas, mediante uma centena de fotografia..."

sexta-feira, dezembro 10, 2010

Cursos a Distância

Várias universidades internacionais de primeira linha oferecem cursos que podem ser feitos via computador, de qualquer parte do mundo. Instituições como Harvard (Estados Unidos), Oxford (Inglaterra) e as universidades de Navarra e de Barcelona (Espanha) fazem parte desse grupo. São vagas abertas em MBAs, cursos de pós-graduação e de extensão à distância, para pessoas que não podem deixar a estabilidade do emprego e o conforto da família facilmente.

As universidades de Oxford e de Barcelona oferecem cursos mais longos, com até dois anos de duração. Já Harvard tem módulos curtos, de três a quatro meses em média. Ao menos 14% do total de estudantes em cursos à distância em toda a Espanha eram estrangeiros entre 2008 e 2009, vindos de 79 países diferentes, segundo a Universidade de Navvara. Nos cursos presenciais, os estrangeiros somaram apenas 2%.

Estudantes do mundo inteiro são aceitos nos cursos à distância. Para pós-graduação e extensão é preciso ter concluído uma faculdade. As aulas são ministradas nas línguas oficiais dos países. No caso do inglês, os brasileiros devem comprovar proficiência por meio de um exame oficial (Toefl ou Ielts, por exemplo). Essa condição é pré-requisito para a faculdade aprovar o candidato, já que os trabalhos, as monografias e as provas são cobrados nesta língua.

pesquisa

quinta-feira, dezembro 09, 2010

Terremoto afeta costa sul da Argentina

Terremoto afeta costa sul da Argentina

Um terremoto de 6,3 graus na escala de magnitude do momento afetou neste domingo uma zona do Oceano Atlântico na costa da Argentina, mas não foram registradas vítimas ou danos até o momento.

O epicentro do tremor, que aconteceu às 08H00 locais (10H00 de Brasília), foi localizado na Passagem de Drake (foto), 352 km ao sudeste de Ushuaia, segundo o Instituto Geológico dos Estado Unidos (USGS).

O sismólogo argentino Miguel Castro, do Centro de Observação de Mendoza, advertiu que o tremor nas costas do extremo sul da Argentina pode produzir réplicas.

"O que preocupa é a escassa profundidade em que aconteceu, 10 km da superfície, e devido à magnitude é provável que aconteçam réplicas de menor intensidade, mas que podem ser percebidas", declarou Castro ao canal TN.

O tremor não foi sentido na cidade de Ushuaia, segundo a Defesa Civil. A localidade é a mais austral do continente, conhecida como a 'cidade do fim do mundo', 2.900 km ao sul de Buenos Aires. Yahoo/AFP

Dia do Museólogo-18/12/2010

        A formação do museólogo supõe o domínio dos conteúdos da Museologia e a preparação para enfrentar com proficiência e criatividade os problemas de sua prática profissional, especialmente, aqueles que demandem intervenções em museus, centros de documentação ou informação , centros culturais, serviços ou redes de informação, órgãos de gestão do patrimônio cultural.
        Dentre as competências e habilidades dos graduados em Museologia, as específicas Compreender o Museu como fenômeno que se expressa sob diferentes formas, consoante sistemas de pensamento e códigos sociais; Interpretar as relações entre homem, cultura e natureza, no contexto temporal e espacial; Intervir, de forma responsável, nos processos de identificação, musealização, preservação e uso do patrimônio, entendido como representação da atividade humana no tempo e no espaço; Realizar operações de registro, classificação, catalogação e inventário do patrimônio natural e cultural; Planejar e desenvolver exposições e programas educativos e culturais.
http://www.ufpel.edu.br/prg/graduacao_museologia.php

segunda-feira, novembro 29, 2010

Aviso Para Quem Visitar A Minha Casa

01
Seja sempre bem-vindo.

02
Lembre-se de que o meu cachorro vive aqui. Você não.

03
Se você não quer pêlos de cachorro em suas roupas, fique em pé, longe do sofá.

04
Sim, o cachorro têm hábitos desagradáveis. Eu também, assim como você. E daí?!

05
CLARO que eles cheiram a cachorros. Já percebeu como nós, humanos, cheiramos ao final de um dia de trabalho? Coloque-se no lugar de alguém que tem um olfato 400 vezes mais sensível que o seu e sempre o receberá com explosões de carinho no retorno ao lar.

06
É da natureza deles tentar cheirar você. Por favor, sinta-se à vontade para cheirá-los também.

07
Se existisse algum risco do cachorro mordê-lo, eu não o deixaria se aproximar de você. Porém, não posso impedi-lo de responder a agressões, as quais podem ocorrer até em pensamento, seja para com ele, seja para comigo a quem devotam fidelidade. Os cachorros percebem, tenha certeza.

08
Você já tentou beijar alguém e recebeu em troca um empurrão? Se um cachorro tentar lambê-lo é porque aprova sua presença e quer demonstrar isso carinhosamente a você; e lembre-se que cachorros não mentem nem fingem.

09
Aqui cachorro recebe os devidos cuidados veterinários, alimentação sadia e cuidados higiênicos. Sua companhia é altamente recomendada pelos médicos, e a maioria das doenças que contraímos ao longo da vida com certeza são transmitidas por outros humanos.

10
Há diversas situações nas quais cachorros são preferíveis a pessoas. Afinal de contas, sempre podemos confiar inteiramente em sua fidelidade e sinceridade.

11
Para alguns eles são simples cachorros. Para mim são filhos adotivos que andam de 4 e não falam tão claramente. Eu não tenho problema em nenhum desses pontos. E você?

12
Volte sempre que quiser, pois será bem-vindo. Até pelo cachorro. Eles são mais sensíveis que nós, bastando se aproximar para distinguir com clareza os verdadeiros amigos de pessoas falsas.
Autor desconhecido



sábado, novembro 27, 2010

Aumento de Salários e Tarifas



Notícias online em relação aos aumentos das passagens urbanas no Brasil.
Em todo o Brasil é assustador o aumento que vem se praticando nas passagens de ônibus urbanos nas diversas cidades de seus estados.
No Rio as passagens mais baratas que custavam R$ 2,10 aumentaram R$ 0,15 e passagem a R$ 2,25, já as mais caras subiram de R$ 4,00 para R$ 4,20. No ABC paulista os empresários querem as passagens R$ 3,00, na capital de R$ 2,90. Em Pelotas, RS o valor atual da passagem é de R$ 2,20, comparando o percurso que nossos ônibus fazem... ficam a critério do leitor.
Nada mais um espelho para garantir reajustes nas tarifas, um aumento muito alto acima da inflação em todo o país.

OS TRANSPORTES URBANOS EM CAMPINA GRANDE
O cálculo da tarifa
Existe uma complexidade muito grande quanto ao cálculo da tarifa dos transportes coletivos urbanos e uma facilidade excessiva no manuseamento desses cálculos em favor dos empresários desse tipo de transporte. Inicia-se pelo autor desse método de como se chegar ao preço de uma passagem de ônibus urbanos. Sabe-se de antemão que foi uma Comissão de membros de secretarias de serviços urbanos de todo o Brasil, que em reunião em Natal (R. G. do Norte), propôs este método que esconde a realidade das receitas dos empresários e demonstra que estas empresas geram custos e devem ser repassados ao usuário.
Prefeito reajusta passagem abaixo do valor aprovado pelo Conselho Municipal de Trasnportes – publicado 20/10/2010
Nenhum prefeito gosta de anunciar reajustes, principalmente quando a medida está diretamente relacionada ao dia a dia da população. No entanto, o transporte coletivo urbano de Santa Maria está sem reajuste há cerca de um ano e oito meses, sendo que a tarifa praticada na cidade é uma das menores entre cidades com características semelhantes. Este é o caso de São Leopoldo, Novo Hamburgo, Caxias, Pelotas e Passo Fundo, que praticam tarifa a R$ 2,20. Já em Cachoeirinha e Porto Alegre a passagem tem custo de R$ 2,45 e Guaíba, R$ 2,40.

Salário Professoras Municipais:

http://www.mrshodge.com/assignments
Conforme publicação no dia 23/03/2009 no site Amigos de Pelotas http://www.amigosdepelotas.com/2009/03/professor-municipal-ganha-abaixo-do.html um professor municipal recebe, por 20 horas, R$ 279,12, sendo a menos que o salário mínimo a prefeitura completa com R$ 100,88 para alcançar a legalidade com magistério.


Salário Médico do Pronto Socorro: 
 http://www.cabano.com.br/infec_hospitalar.htm
Não consegui descobrir os salários de médicos do Pronto Socorro Municipal, acredito por não pertencerem ao quadro funcional, pois os que atendem no Pronto Socorro são contratados ou cedidos por outros órgãos como universidade... Vejamos médicos residentes.
Conforme publicação da Zero Hora no ClicRBS http://zerohora.clicrbs.com.br/zerohora/jsp/default.jsp?uf=1&local=1&section=Geral&newsID=a2870690.xml em 12/04/2010 recebem R$ 1.916,45 com uma jornada de 60 horas, formado em medicina, fazendo especialização.

Salário do Policial Militar:
http://www.brigadamilitar.rs.gov.br/9bpm/

Basta que uma crise na segurança pública no país ganhe espaço no noticiário para que a remuneração dos policiais volte a virar tema de debate. Das conferências sobre segurança em Brasília às páginas de comentários de ÉPOCA, essa discussão ganha cada vez mais espaço. O consenso, na maioria das vezes, é que os policiais são mal-remunerados – o que afetaria diretamente a qualidade de seu trabalho.

Para discutir a relação entre o salário do policial e a segurança pública, ÉPOCA realizou um levantamento para verificar quanto ganha um
policial militar no início da carreira. Os valores mostram que a realidade dos policiais varia muito de Estado para Estado. Para soldados em início de carreira, a diferença entre o salário mais alto (DF) e o salário mais baixo (RS) é de mais de R$ 2.700. O Rio Grande do Sul e o Rio de Janeiro pagam os piores salários: R$ 1.138,17 e R$ 1.277,67, respectivamente. A média nacional é R$ 1.814,96. (Leia mais no quadro abaixo)
VEJA: PMs do Rio Grande do Sul e do Rio de Janeiro têm os piores salários iniciais do Brasil
Levantamento mostra as diferenças na remuneração de soldados nos 26 Estados e no Distrito Federal
Fonte: http://www.abamf.com.br/?pg=noticia&id=296


01- Polícia Militar do Distrito Federal – R$4.129.73
02- Polícia Militar do Estado de Sergipe – R$3.012.00
03- Polícia Militar do Estado de Goiás – R$2.722.00
04- Polícia Militar do Estado de São Paulo – R$2.387.00
05- Polícia Militar do Estado do Mato Grosso do Sul – R$2.176.00
06- Polícia Militar do Estado de Amapá – R$2.2070.00
07- Polícia Militar do Estado do Maranhão – R$2.037.39
08- Polícia Militar do Estado de Alagoas – R$1.818.56
09- Polícia Militar do Estado do Espírito Santo – R$1.801.14
10- Polícia Militar do Estado do Paraná – R$1.789.00
11- Polícia Militar do Estado do Mato Grosso – R$1.796.71
12- Polícia Militar do Estado de "Minas Gerais" – R$1.775.42
13- Polícia Militar do Estado de Santa Catarina – R$1.600.00
14- Polícia Militar do Estado do Tocantins – R$1.572.00
15- Polícia Militar do Estado da Bahia – R$1.550.00
16- Polícia Militar do Estado do Amazonas – R$1.546.00
17- Polícia Militar do Estado de Roraima – R$1.526.91
18- Polícia Militar do Estado do Piauí – R$1.372.00
19- Polícia Militar do Estado do Acre – R$1.299.81
20- Polícia Militar do Estado da Paraíba – R$1.297.88
21- Polícia Militar do Estado de Rondônia – R$1.251.00
22- Polícia Militar do Estado de Pernambuco – R$1.237.29
23- Polícia Militar do Estado do Pará – R$1.200.00
24- Polícia Militar do Estado do Ceará – R$1.147.00
25- Polícia Militar do Estado do
Rio de Janeiro – R$1.137.49
26- Polícia Militar do Rio Grande do Norte – R$1.111.00
27- Brigada Militar do Rio Grande do Sul – R$996.00 .


 imagem http://www.sindsarf.org.br/si/site/jornal_index?codigo=336
RESUMINDO BASE/RS:
SALÁRIOS
Professor Municipal: R$ 380,00 /2009
Médico Residente: R$ 1.916,45 /2010
Policial Militar: R$ 996,00 /2010
Salário Motorista de Ônibus: R$ 1.492,00 para R$ 1.538,00/2010
Salário Trocador: R$  997,00 para 1.028,00/2010
Escolho as profissões que formam o tripé de qualquer governo: saúde, educação e segurança, portanto as consideradas indispensáveis.
Pelotas
Dezembro/2009 a passagem passou a custar R$ 2,20 as linhas de seletivos passam para R$ 2,60. Um valor alto para o trabalhador assalariado e milhares de desempregados residentes numa cidade sem perspectiva de trabalho e novas empresas. Agora os trabalhadores do transporte coletivo querem aumento de salário, justo, mas para isso devemos dar aumento a todos os outros trabalhadores.
Qualquer trabalhador pode e deve pleitear um salário digno, mas não a custa do povo, sendo fora da realidade atual para a população de Pelotas, levando-se em conta que a passagem do coletivo no Rio de Janeiro está em R$ 2,40 gostaria de conhecer a planilha de custos daquela cidade e comparar com a nossa para haver uma diferença tão pequena nos valores.
por: Rejane Botelho

domingo, novembro 21, 2010

Téréré 250

Bons tempos...
Papai Noel não esqueça da minha Yamaha!



Os itens em negrito ex. (Distância entre eixos: 1.385 mm) retificam as informações contidas na especificações técnicas de nosso material impresso.

Comprimento total 2.120 mm
Largura total 830 mm
Altura total 1.370 mm
Altura do assento 865 mm
Distância entre eixos 1.385 mm
Altura mínima do solo 270 mm
Peso seco 137 kg
Peso (ordem de macha) 155 kg
Motor 4 tempos, SOHC, refrigerado a ar com radiador a óleo, 2 válvulas
Cilindrada usual 250 cc
Diâmetro x curso 74.0 x 58,0 mm
Taxa de compressão 9.80 : 1
Potência máxima 21 cv a 8.000 RPM
Torque máximo 2,10 kgf.m a 6.500 RPM
Sistema de partida Elétrica
Sistema de lubrificação Cárter úmido, com radiador de óleo
Capacidade do óleo de motor 1,50 litros (contando filtro de óleo)
Capacidade do tanque de combustível 16 litros (reserva 4,8 litros)
Alimentação Injeção Eletrônica
Sistema de ignição TCI
Bateria GS Yuasa, 12V 6 Ah, selada
Embreagem multidisco banhado a óleo
Câmbio 5 velocidades, engrenamento constante
Quadro Semi Berço duplo em aço
Pneu dianteiro 80/90-21 MT90 A/T 48S – PIRELLI/SCORPION
Pneu traseiro 120/80-18 MT90 A/T 62S - PIRELLI/SCORPION
Freio dianteiro Disco de 245 mm de diâmetro
Freio traseiro Disco de 203 mm de diâmetro
Suspensão dianteira Garfo telescópico
Suspensão traseira Monoamortecida com link
Curso da suspensão dianteira 220 mm
Curso da suspensão traseira 200 mm
Lâmpada do farol 2 X 12V 55/55 W (halógena)
Lâmpada da lanterna traseira 12 V 5/21 W
Lâmpada do pisca 12V 10W x 4
Painel de instrumentos Cristal liquido multifuncional – hodômetro total e dois parciais (trip1 e trip2), mais hodômetro do combustível (f-trip), marcador do nível de combustível digital e relógio. Luzes espias. Velocímetro e tacômetro eletrônico análogo.
Cores Branca ou preta
Dispositivo para transporte de carga Modelo não especificado para transporte de carga
Dispositivo para transporte de carga Confira informações de utilização
Nível de Emissões de Ruido Confira informações

Novas regras de bagagem começam a valer

Brasília, 01 de outubro de 2010

Receita disponibiliza "Perguntas e Respostas" e "Guia Rápido" para auxiliar os viajantes

A Receita Federal do Brasil informa que a partir de hoje (01/10) entram em vigor as novas regras de bagagem. Para facilitar o entendimento da nova legislação estão disponibilizadas na página da Receita na internet (www.receita.fazenda.gov.br) duas ferramentas: o “Perguntas e Respostas” e o "Guia Rápido para viajantes”.
As alterações foram anunciadas no início de agosto com a publicação da Instrução Normativa RFB nº 1059/2010. Entre as principais mudanças constam a definição exata de quantitativos de bens para que seja descaracterizada a destinação comercial e a inclusão de bens como telefone celular, relógio de pulso e câmera fotográfica (usados), no conceito de bens manifestamente pessoais e portanto excluídos da cota para efeitos de tributação.
As novas regras prevêem ainda a extinção da Declaração de Saída Temporária de Bens (DST) e a proibição de trazer partes e peças de automóveis como bagagem.  
 
Para o Secretário da Receita, Otacílio Cartaxo, "as alterações trazem mais segurança aos cidadãos, pois definem com maior clareza o que pode ou não ser trazido numa viagem internacional". Segundo o Secretário, a nova legislação contribui para a transparência e desburocratização do trabalho da fiscalização aduaneira. 
 Assessoria de Comunicação Social - Ascom/RFB




Subseção I
Da Isenção de Caráter Geral
Art. 33. O viajante procedente do exterior poderá trazer em sua bagagem acompanhada, com a isenção dos tributos a que se refere o caput do art. 32:

I - livros, folhetos, periódicos;

II - bens de uso ou consumo pessoal; e

III - outros bens, observado o disposto nos §§ 1º a 5º deste artigo, e os limites de valor global de:


a) US$ 500.00 (quinhentos dólares dos Estados Unidos da América) ou o equivalente em outra moeda, quando o viajante ingressar no País por via aérea ou marítima; e

b) US$ 300.00 (trezentos dólares dos Estados Unidos da América) ou o equivalente em outra moeda, quando o viajante ingressar no País por via terrestre, fluvial ou lacustre.
§ 1o Os bens a que se refere o inciso III do caput, para fruição da isenção, submetem-se ainda aos seguintes limites quantitativos:

I - bebidas alcoólicas: 12 (doze) litros, no total;

II - cigarros: 10 (dez) maços, no total, contendo, cada um, 20 (vinte) unidades;

III - charutos ou cigarrilhas: 25 (vinte e cinco) unidades, no total;

IV - fumo: 250 gramas, no total;

V - bens não relacionados nos incisos I a IV, de valor unitário inferior a US$ 10.00 (dez dólares dos Estados Unidos da América): 20 (vinte) unidades, no total, desde que não haja mais do que 10 (dez) unidades idênticas; e

VI - bens não relacionados nos incisos I a V: 20 (vinte) unidades, no total, desde que não haja mais do que 3 (três) unidades idênticas.
§ 2o Para as vias terrestre, fluvial ou lacustre, o:

I - valor unitário a ser considerado no limite quantitativo a que se refere o inciso V do § 1o será de US$ 5.00 (cinco dólares dos Estados Unidos da América); e

II - limite quantitativo a que se refere o inciso VI do § 1o será de 10 (dez) unidades, no total, desde que não haja mais do que 3 (três) unidades idênticas.
§ 3o Os limites quantitativos de que tratam os incisos V e VI do § 1o e o § 2o se referem à unidade na qual os bens são usualmente comercializados no varejo, ainda que apresentados em conjuntos ou sortidos.
§ 4o A Coana poderá estabelecer limites quantitativos diferenciados, tendo em conta o tipo de mercadoria, a via de ingresso do viajante e características regionais ou locais.
§ 5o O direito à isenção a que se refere o inciso III do caput somente poderá ser exercido uma vez a cada intervalo de 1 (um) mês.
§ 6o O controle da fruição do direito a que se refere o § 5o independe da existência de tributos a recolher em relação aos bens do viajante.
Art. 34. A bagagem desacompanhada, observado o disposto no caput do art. 8º, é isenta de tributos relativamente a roupas e bens de uso pessoal, usados, livros, folhetos e periódicos.


                     Mais: http://www.receita.fazenda.gov.br/Legislacao/Ins/2010/in10592010.htm

O CAMINHO DA LOUCURA

Quase todos os seres humanos possuem uma característica típica da esquizofrenia:
Fazerem continuamente as mesmas coisas e ficar à espera de resultados diferentes.
Todas as pessoas querem vidas melhores, mais saúde, melhores relacionamentos, mais abundância financeira...
Mas dia após dia fazem exatamente as mesmas coisas!
À espera de um milagre que nunca irá acontecer: porque são loucas!
Porque acreditam que irão mudar de vida sem mudar.
Porque se meditarem o suficiente serão abençoadas com milhares de coisas boas, sem necessidade de mudar o que quer que seja.
Já reparou que à sua volta, na natureza, nada permanece constante? Tudo muda continuamente?
E, no entanto, você que quer mudanças na sua vida, está à espera que elas ocorram sem mudar?
Bem vindo à insanidade!
A maior parte das pessoas tem um sonho e faz planos para o manifestar e medita e acredita na Lei da Atração
e até é capaz de escrever alguma coisa e esperar que as pessoas à sua volta comecem a mudar... e nada acontece...
Isso acontece porque a mudança tem que começar, primeiro, dentro de cada um!
Tudo começa com os rótulos que colocamos sobre cada experiência do nosso cotidiano.
Qualquer experiência sua é sempre uma aprendizagem.
O “bom” e o “mau” é apenas um rótulo que você decide colocar.
Quando sentir que a experiência merece um rótulo “negativo” aprenda, antes de colocar o rótulo,
a afirmar algo como “não sei de que forma esta experiência é boa para mim, mas é!”
Quanto mais negativo for aquilo que tenho para dizer, mais demoro para dizer.
Essa uma técnica ensinada por D. Juan, dissolver a negatividade para dar poder à divindade.
Ame cada experiência se quer atrair experiências melhores.
E lembre-se que jamais passará por uma experiência “dramática” a menos que esteja preparado(a) para ela.
“Quem vive no presente com os olhos no passado, descobrirá que não tem futuro”.
“Insanidade é fazer repetidamente as mesmas coisas e esperar resultados diferentes”.
Pare de se queixar para que esse tema se dissolva.
Agradeça mais! Reclame menos!
E te lembra sempre, em tudo que fazes: o universo não é estúpido!

(Autor: Desconhecido)

quarta-feira, novembro 17, 2010

SAÚDE FALIDA



imagem: portalcabo.com.br

GUIA DO ATENDIMENTO DO SUS


Ainda tem gente que diz que o sistema de saúde funciona.
Querem ver, ou melhor, sentir se funciona?
Por “um” dia tente depender do Sistema Único de Saúde - SUS, com salário mínimo ou não o tendo:
- procure tirar uma ficha para ser atendido primeiro por um médico clínico do SUS oferecido;
(hora na fila: das 5 ás 11h) isso se ainda tiver ficha
(por telefone) caso consiga ligação, quando consegue já não tem mais ficha para o especialista.
- agora que o médico clínico identificou o que você pode ter ele deverá encaminhá-lo a um especialista ou pedir exames para confirmar o diagnóstico;
- após consulta você terá que marcar exames nos laboratórios ofertados;
(gratuitos, mas alguns laboratórios cobram exames R$ 10,00, 15,00 ou 20,00, após uma manhã na fila ou você aceita pagar ou terá de procurar outro laboratório)
- aguarde o resultado dos exames;
(tempo desse procedimento depende dos exames, alguns dos mais corriqueiros e simples marcam até para anos depois, se tiver sorte e seu exame for mais simples, deve perder mais ou menos um mês)
- quando estiver com os exames retorne para retirar outra ficha;
(isso se o médico estiver atendendo ou não estiver com agenda lotada afinal ele no SUS tem muitos outros afazeres para realizar, pois ganhavam em torno de R$ 3.000,00 isso há cinco anos, atualmente já obtiveram aumento)
- digamos que você não tenha tido um ataque no coração, você tenha conseguido a outra ficha de retorno;
(você terá que utilizar um medicamento que o custo não acompanha seu ganho ou terá que fazer um procedimento cirúrgico, mas vamos pelo “mais fácil”)
- pegue o receituário fornecido pelo seu medico do SUS, observação:  se você tiver algum parente ou conseguir um medico particular que possa atende-lo  gratuitamente o receituário dele  só poderá ser aceito se for pelo SUS, pronto rumo a Secretária de Saúde, pegar o medicamento gratuito, (lei 8.080/90, veja:  http://www2.cml.pr.gov.br/lnd/lef/LF8080.htm).
- atendente lhe dirá:
- Desculpe, mas não temos esse medicamento (não sendo aspirina é claro);
(você terá de levar até o balcão alguns vários exames que comprovem sua doença, e um laudo do medico atestando sua doença,  mas tem que ser exames atuais, como você já perdeu muito com os procedimentos anteriores provavelmente seu exame já caducou);
- volte a retirar ficha para ser atendido por seu medico;
(se conseguir... peça a ele para preencher um documento, a requisição solicitando os medicamentos, tem que ser  tudo conforme o solicitado, o que dificilmente acontece, leve até o balcão a sua solicitação do medicamento)
- no balcão do município ou do estado entregue os documentos, exames  e aguarde, por uns 15 dias, a resposta;
(pois cada doença deverá ter um exame especifico, não pode ser só o atestado medico, mesmo que seja doença crônica,)
- em 15 dias ligue ou vá pessoalmente para saber se os documentos foram aceitos, o atendente diz ainda não tivemos resposta ou sua solicitação foi negada;
(agora o que fazer? procure a promotoria e caso seja um medicamento muito, mas muito caro mesmo ou a burocracia perdure provavelmente o juiz não obtenha o pronunciamento do responsável, assim ele irá fazer um mandato de prazo que poderá acarretar na prisão do secretário, agora sim você deverá receber o medicamento, um porém: se for doença crônica provavelmente seu sistema já ficou debilitado, assim cabe um processo que deverá perdurar até a sua morte, mas vale a pena tentar.
- se estiver vivo já recebe o medicamento por mais de quatro anos;
(fique atento, pois na troca de governo você provavelmente será trancado, adivinhe...)
Esqueci de informar que mais ou menos de dois em dois meses recebendo o medicamento você deverá realizar atualização de todos os exames e procedimentos para continuar recebendo o medicamento caso contrário será cancelado, mesmo que o medicamento esteja no estoque.

Será que algum governo irá mudar isso?
Isso tudo é um novelo de lã, até chegar ao povo que necessita dos serviços uma longa distancia, que não está sendo atendido. Não diga que é culpa dos governos Federal, Estaduais ou dos Municípios, a culpa é o conjunto que não administra para o seu povo e sim para o seu bolso, falta de vergonha, pois quando esses necessitam de um atendimento  não procuram o SUS e sim os melhores Hospitais que a minoria tem acesso, se um governo quisesse mesmo ajudar ou pelo menos organizar um atendimento digno para seu povo ele mesmo se utilizaria desse atendimento. É pura demagogia, anos e anos passam e as prioridades para o povo ficam cada vez mais distantes. O governante só enxerga quando a água bate no seus fundilhos.
Rejane Botelho
17/11/2010

Internet por energia elétrica

TENDE MISERICÓRDIA DE NÓS

61,% Assista, Salários

Grande Hotel

Grande Hotel
OPINE

http://movimentogotadagua.com.br/